Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Domingo, 28 de novembro de 2021

24/06/2021 - 08h19min

Espaço do Sim

Compartilhar no Facebook

enviar email

Yara é Vida

Cedo do dia, o pai de Guapêk sussurra a ele para se preparar para a vinda do sábio Malakuyawa, que a noitinha viria falar sobre a vida, contar histórias e dar conselhos. Chegada a hora, reunidos no Môdagarâna (local de encontro) o silêncio da comunidade era total. Então, ao som do maracá (chocalho) o consagrado malyli entrou, aspergindo água com um raminho. Sentou, respirou fundo, olhou nos olhos de todos e disse: “Yara é Vida! Venho por seu pedido. Esta linda mulher, que mora no fundo dos rios, das fontes de água dos Ygarapés. Ela está em todos os lugares em que exista água. Ajuda os que precisam dela. A recebam com amor!”.

O tempo passa, Guapêk se torna um homem forte, faz uma viagem de busca espiritual para encontrar Yara e tem uma linda visão. Entende que Yara mora com ele e todos os seres desde sempre, pois a água está em todos os corpos. Na visão, Yara faz um apelo para que Guapêk ajude a cuidar das águas, porque água é Vida!


Peguei este amoroso livro, esta manhã, na minha caixa de correio. Tive um compromisso que precisei esperar e aproveitei para ler. Comprei dias atrás pela internet, motivado pelo apelo de uma amiga também escritora, que falou que a jovem autora, índia Lya Minápoty, do povo Maraguá, teve Covid-19. Ficou com sequelas e depressão. E que comprar o livro seria uma forma de ajudar. Comprei imediatamente. Lya está com 29 anos. Começou a escrever com 24, apoiada por um tio, Elias Yaguakãg.


Bem, ouso indicar que também apoiem esta jovem líder indígena e sua comunidade, comprando seu livro. R$ 53,50 com o frete. Editora Kazuá (editorakazua.net). Um celular para contato é (71) 98318-9748, ou (71) 99198-9146, com Wilson, da Editora Kazuá, com quem comprei.


Tem muito mais detalhes preciosos na história. Só saberá quem comprar o livro!


Meus votos que moradores de Guaíba, gua-ybe, do tupi, “baía de todas as águas” também recebam com amor o pedido de Yara para cuidarem das águas, para cuidarem da Vida. Cuidem da Lya também!


Finalizo com a dedicatória de Lya Minápoty, do início do livro: “Ao meu querido povo maraguá, na pessoa de todos os parentes moradores da Área Indígena Maraguapajy, do rio Abacaxis, onde todo índio é parente e irmão”.

Joaquim Mello

[email protected]

Publicado em 18/6/21.

Últimas Notícias

Você já visitou o novo site da Gazeta Centro-Sul?

Incêndio destrói prédio da Segurança Pública em Porto Alegre na noite de quarta-feira, 14.

Contaminação do coronavírus está em queda na Região. Ver gráfico na edição impressa.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2021 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados