Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Quinta-feira, 03 de dezembro de 2020

04/05/2020 - 10h57min

Comportamento

Compartilhar no Facebook

enviar email

Uma Série da Vida Real

Inserida nesta nova e surpreendente ordem mundial, tenho sorte de já estar acostumada ao trabalho remoto e às lidas domésticas, pois não saio de casa há mais de quarenta dias. Estou cumprindo à risca todas as orientações das autoridades em saúde, e tomando cuidado para seguir em frente conectada com o lado bom da vida.

Verdade seja dita, muito tenho aprendido nestes momentos de introspecção, reflexão e empatia que o isolamento me impôs. Especialmente sobre o trabalho e suas diversas nuances.


Uma das lições chegou em mensagens de uma amiga de muitos anos, funcionária de empresa aérea que trabalhava no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. Como se fossem episódios de uma série da vida real, em nossas conversas breves pelo celular, no início do isolamento trocávamos bons-dias, falávamos sobre decolagens e aterrissagens, mandávamos abraços para todos da família.


Eis que, certa manhã, ela me ligou para contar, em tom de tristeza e preocupação, que uma de suas jovens filhas fora demitida da empresa em que trabalhava com entusiasmo. Consequência da contenção empresarial de despesas.


Na tentativa de amenizar sua preocupação, contei-lhe sobre minha crença de que tudo que acontece é para o nosso bem, mesmo que só consigamos compreender muito tempo depois. Ela suspirou e se despediu.


Alguns dias se passaram, outra conversa ao telefone marcou o dramático episódio. Chegara a vez dela ser dispensada tal qual acontecera com sua filha. Sem previsão de retorno ao trabalho de tantos anos.


Conversamos sobre as voltas que a vida sempre dá, e concordamos que para problemas materiais sempre existe uma solução para quem tem fé. Suspiramos e nos despedimos.


Mas como toda história, esta série da vida real em tempos de pandemia também teve início, meio e fim. E terminou com um episódio cheio de emoção.


Na mensagem que encerraria o drama estrelado por minha amiga Andreia Silva e sua filha Mariana, em vez de flores e bons-dias com bonequinhas, uma bela foto com dezenas de embalagens de sopa pronta.


Foi preparando o jantar da família, trabalho que ambas gostavam e sabiam fazer muito bem, que surgiu a ideia de transformar o prazer da boa mesa em renda. E as vendas, aumentando a cada dia.


Na mensagem que recebi das novas empreendedoras, soube que a produção se estendeu para outros tipos de refeições, os negócios vão de vento em popa. Talvez precisem contratar mais gente.


Nesta emocionante série da vida real, por extraordinária coincidência, a segunda temporada estreou em plena pandemia, na véspera deste 1º de maio, Dia do Trabalho.

Cristina André

[email protected]

Publicado em 01/5/20.

Últimas Notícias

Destaque em Guaíba - Votação do Professor Bruno (PSOL): 794 votos. Não se elegeu devido ao quociente eleitoral.

PTB elege 5 vereadores em Guaíba; PP (2); PDT (2); DEM (2); MDB, PT, PSL, PSDB, SOLID e REP um cada.

Oficial. Maranata eleito prefeito de Guaíba com diferença de 212 votos. Maranata 38,62% e Sperotto 38,18% dos votos.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados