Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Terça-feira, 17 de setembro de 2019

08/07/2019 - 14h45min

Comportamento

Compartilhar no Facebook

enviar email

Vida Longa ao IEE Gomes Jardim

Tarde quase finda desse cinco de julho em que o Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim completa seus noventa e três anos. Faz parte da história da nossa família, essa querida escola; é patrimônio afetivo, tombamento feito pelos corações.

Eu já tinha sido alfabetizada no colégio de freiras, em Tapes, a pequena cidade onde morávamos, quando ingressei no segundo ano primário da Escola Normal Gomes Jardim, a uma quadra da nossa nova morada, no Centro de Guaíba. A irmã mais velha já era normalista - estudava lá para ser professora, e os dois irmãos dariam continuidade ao curso ginasial.


Foi uma boa escola para nós, os quatro irmãos recém-chegados na cidade, trazidos pela perda precoce do pai.

Nas melhores conversas e lembranças vida afora, o Gomes sempre esteve presente nas histórias da infância e da adolescência de cada um de nós. Pelas datas especiais em que nos apresentamos no palco do Pavilhão, os jogos de futebol em que os guris da família foram craques; as entregas de boletins, os desfiles em setembros pátrios.

Eis que a vida, por ser como ela é, seguiu em frente, nos tornou gente crescida, aprendizes de muitos outros lugares; nos distanciamos da escola que tão bem nos acolheu naqueles dias difíceis, quando precisávamos reencontrar a felicidade. E como acontece com todas as famílias, chegou o dia em que cada um de nós seguiu o próprio caminho para construir nova família.

Mas o destino me aprontou uma emocionante surpresa. Com sua régua e seu compasso únicos, que a ninguém empresta, traçou meu caminho de volta àquela velha e boa escola. E lá voltei como professora, pronta para aprender com os estudantes e suas famílias, com os professores e funcionários.


No Gomes Jardim, fiz amigos, vibrei com as conquistas dos estudantes, compreendi melhor a vida. Trabalhei com alegria, mesmo com as dificuldades que se apresentaram, faziam parte da realidade.

Neste cinco de julho, a noite chega de mansinho enquanto escrevo sobre o Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim, que completa noventa e três anos. Faz parte da história da nossa família, essa querida escola; é patrimônio afetivo, tombamento feito pelos corações.

Vida longa ao IEE Gomes Jardim!

Cristina André

[email protected]

Publicado em 06/7/2019.

Últimas Notícias

Ex-secretário de Saúde de Guaíba, Itamar Costa, faz desabafo. Confira na versão impressa da Gazeta de sábado, 14.

Nesta quinta-feira, 12, iniciam as atividades culturais dos festejos farroupilhas no Parque Coelhão em Guaíba.

A Câmara Municipal de Guaíba realizou sessão solene na noite de quarta-feira, 11, para homenagear a Imprensa local.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados