Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

08/07/2019 - 14h45min

Comportamento

Compartilhar no Facebook

enviar email

Vida Longa ao IEE Gomes Jardim

Tarde quase finda desse cinco de julho em que o Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim completa seus noventa e três anos. Faz parte da história da nossa família, essa querida escola; é patrimônio afetivo, tombamento feito pelos corações.

Eu já tinha sido alfabetizada no colégio de freiras, em Tapes, a pequena cidade onde morávamos, quando ingressei no segundo ano primário da Escola Normal Gomes Jardim, a uma quadra da nossa nova morada, no Centro de Guaíba. A irmã mais velha já era normalista - estudava lá para ser professora, e os dois irmãos dariam continuidade ao curso ginasial.


Foi uma boa escola para nós, os quatro irmãos recém-chegados na cidade, trazidos pela perda precoce do pai.

Nas melhores conversas e lembranças vida afora, o Gomes sempre esteve presente nas histórias da infância e da adolescência de cada um de nós. Pelas datas especiais em que nos apresentamos no palco do Pavilhão, os jogos de futebol em que os guris da família foram craques; as entregas de boletins, os desfiles em setembros pátrios.

Eis que a vida, por ser como ela é, seguiu em frente, nos tornou gente crescida, aprendizes de muitos outros lugares; nos distanciamos da escola que tão bem nos acolheu naqueles dias difíceis, quando precisávamos reencontrar a felicidade. E como acontece com todas as famílias, chegou o dia em que cada um de nós seguiu o próprio caminho para construir nova família.

Mas o destino me aprontou uma emocionante surpresa. Com sua régua e seu compasso únicos, que a ninguém empresta, traçou meu caminho de volta àquela velha e boa escola. E lá voltei como professora, pronta para aprender com os estudantes e suas famílias, com os professores e funcionários.


No Gomes Jardim, fiz amigos, vibrei com as conquistas dos estudantes, compreendi melhor a vida. Trabalhei com alegria, mesmo com as dificuldades que se apresentaram, faziam parte da realidade.

Neste cinco de julho, a noite chega de mansinho enquanto escrevo sobre o Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim, que completa noventa e três anos. Faz parte da história da nossa família, essa querida escola; é patrimônio afetivo, tombamento feito pelos corações.

Vida longa ao IEE Gomes Jardim!

Cristina André

[email protected]

Publicado em 06/7/2019.

Últimas Notícias

Obras de revitalização da Praia da Alegria, em Guaíba, deverão iniciar em março. Ver matéria nesta edição da Gazeta Centro-Sul.

Abacaxi derruba diretor municipal em Guaíba. Confira na Coluna impressa de Leandro André.

Guaíba. Motorista de aplicativo, Rafael da Silva, 31, desapareceu no dia 6. Seu carro foi encontrado queimado sábado, 8, no Mathias.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados