Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Sexta-feira, 18 de outubro de 2019

13/05/2019 - 14h14min

Comportamento

Compartilhar no Facebook

enviar email

Obrigada por tudo, Nona!

Costumávamos reunir a família para um almoço festivo no dia primeiro de maio. Durante anos, foi assim que comemoramos os aniversários da nossa Mãe. E como ela gostava!

As fotos destas reuniões anuais contam muito sobre nós, os seus filhos, em diversas etapas de nossas vidas. Mostram parentes e amigos queridos com quem a Mãe gostava de compartilhar bons momentos.

Já festejamos a data na Churrascaria Chama Crioula, o restaurante do Serrinha, como era chamado por causa de seu proprietário. Decoração rústica, ambiente acolhedor. E também fizemos festa em Porto Alegre, em tempos de poucos lugares em Guaíba, no Hannover, no Chinês, no Riversides.

Quando a Mãe completou oitenta anos, decidimos surpreendê-la com uma festa maior, para que Ela reencontrasse familiares e amigos que não via fazia tempo. Foi quando reunimos mais de cem pessoas, na sede da AABB, para um almoço oferecido e preparado por nós. Que festa linda foi aquela, que feliz estava a Mãe naquele primeiro dia do mês de homenagear todas as mães!

Seguimos comemorando o seu aniversário, todos os anos, depois daquele almoço memorável que durou um dia inteiro. Até dois mil e seis, quando Ela completou oitenta e sete anos. Foi sua última festa entre nós. Uma semana depois, como se estivesse apenas esperando a cantoria do “parabéns a você” para se despedir, a Mãe faleceu.

Nos treze anos dessa ausência que ainda aperta nossos agradecidos corações, quando abril se despedia e maio se ajeitava nos calendários, uma tristeza se achegava, ficávamos acabrunhados. No dia do seu aniversário, almoçávamos em casa, com lembranças e saudades acomodadas à mesa.


Neste primeiro de maio de 2019, porém, fizemos diferente. Em vez de levarmos flores em seu túmulo e nos entristecermos diante das novas gerações, optamos por comemorar os cem anos de nascimento da Mãe, que netos e bisnetos carinhosamente chamavam de Nona.

Como costumávamos fazer, festejamos o centenário dela com um bom cardápio italiano. Brindamos à vida, as nossas e as dos nossos antepassados. Uma poesia sobre todas as mães do mundo foi lida; aplaudimos, nos emocionamos.


Feito um antigo jogral escolar apresentado para as famílias, repetimos:

Obrigada por tudo, Nona!

Cristina André

[email protected]

Publicado em 11/5/2019.

Últimas Notícias

Na edição impressa deste sábado, 19, detalhes sobre o projeto viário a ser executado em Guaíba.

EmpregarRS oferece mais de 3 mil vagas no RS nesta sexta-feira. https://t.co/yP30gMpcyG.

Criminosos queimaram ônibus em Guaíba na tarde de segunda, 14. Eles alegaram retaliação contra ações da BM. Ninguém ficou ferido.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados