Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Sexta-feira, 18 de outubro de 2019

07/10/2019 - 15h51min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

A Gazeta e o Tempo

Essa semana, a Gazeta Centro-Sul completou 26 anos de circulação, o aniversário foi na terça-feira, 1º de outubro. Abri a janela do tempo para relembrar o trabalho realizado até aqui. O que impressiona nesta viagem que transcende um quarto de século são as transformações tecnológicas, mudanças aceleradas, mas que não alteraram os princípios do Jornal.

No começo, em 1993, o Jornal era montado em folhas de papel, usando o método paste-up. Recortava-se os textos que eram colados no paste-up, deixando espaços para as fotos, que por sua vez eram reveladas e coladas também. Primeiro, escrevíamos as matérias em máquinas de escrever, substituídas mais tarde por computadores que roncavam baixo, acoplados a monitores no formato de caixas. As letras na tela preta eram brilhantes, de tamanho único e verdes. Gravávamos os textos em disquetes.

O telefone era fixo. Quando surgiu o celular, coisa para poucos, era um tijolo preto que fixávamos na cintura como revólver. O aparelho era usado somente como telefone em ocasiões especiais. Mais tarde, o acesso à Internet se dava por meio de CPUs com cabos, demorava mais que enterro de rico para se conectar à rede; uma barrinha azul avançava lentamente na tela, como kombi lotada subindo a Rua Otaviano. Durante o martírio da espera, o computador emitia ruídos, misturando agudos psicodélicos e chiados.


Em matérias de última hora, aquelas informações que rompiam a Redação já no fechamento da edição, tínhamos que correr para fotografar e seguir correndo para os raros locais onde havia revelação de fotos em 60 minutos. Além de papel, caneta e máquina de fotografia, jornalista tinha que ter boas pernas. Depois das 18 horas, com o comércio fechado em Guaíba, a única alternativa era disparar para Porto Alegre a fim de conseguir revelar as fotos a serem coladas nos paste-ups, que seguiam de carro para reprodução em fotolito e, na sequência, para a gráfica. Tudo era muito trabalhoso e dramático.

Um jovem que lê o que escrevi acima, imagina que aconteceu no ano em que a Hebe nasceu, mas não, foi há 26 anos. Isso mostra como a tecnologia avançou rapidamente neste período.


A Gazeta se desenvolveu em meio a essa transformação célere, nasceu com sinal analógica e migrou para o digital, sem deixar de fazer jornalismo de verdade, que checa a fonte da informação, que abre espaço para todas as partes envolvidas, que respeita o contraditório, que critica com embasamento; que questiona. Este conjunto da obra confere à Gazeta Centro-Sul o que existe de mais importante no jornalismo: credibilidade. Eu costumo repetir que credibilidade não se compra, não se arranca na marra; credibilidade se conquista pelo trabalho e pelo exemplo, o que não depende de tecnologia.


Estamos aperfeiçoando nosso site na Internet, que em breve estará no ar com novidades, mas seguimos firmes, disponibilizando conteúdos exclusivos na versão impressa, que aprofunda as notícias e que afiança o registro histórico local.

Este trabalho desenvolvido pela Gazeta é mantido pela sociedade que acredita no jornalismo profissional como ferramenta essencial para garantir a democracia e a harmonia entre direitos e deveres, que atua como porta-voz do povo.

Obrigado aos leitores, aos anunciantes e aos colaboradores que fazem parte desta história.

Férias Reduzidas

Na sessão de terça-feira, 1º, os vereadores aprovaram em primeira votação o projeto de lei que reduz o exagerado recesso parlamentar da Câmara Municipal de Guaíba. São necessárias duas votações. Demorou, mas o excesso de férias dos vereadores finalmente está sendo corrigido.



Votação aos 45 do Segundo Tempo

Os vereadores de Guaíba aprovaram em sessão extraordinária, na quinta-feira, 3, o Projeto de Lei 039, substitutivo do Estatuto dos Servidores Municipais. A votação aos 45 do segundo tempo aconteceu para evitar a judicialização de direitos adquiridos.

De acordo com Paulo Maganha, presidente do Guaibaprev, quando a PEC da Previdência for aprovada em segundo turno e sancionada, não será mais possível incorporar aos salários as vantagens temporárias, como FGs (5 anos consecutivos ou 10 intercalados) e Regime Especial de Trabalho - RET (8 anos consecutivos ou 10 intercalados). Com o substitutivo aprovado na quinta-feira, as vantagens incorporam aos salários como variáveis fixas, escapando dos efeitos da PEC.

Maganha explicou que os servidores contribuíram com a previdência sobre os ganhos com FGs e RETs. Sendo assim, se não pudessem incorporar o que já contribuíram, haveria judicialização: iriam buscar o percentual da contribuição na Justiça, gerando uma dívida importante ao Município lá na frente.

A incorporação aprovada por meio do PL 039 na quinta-feira terá um impacto na folha salarial da Prefeitura de aproximadamente R$ 280 mil mensais. No entanto, segundo Maganha, como não será mais possível incorporar as variáveis temporárias (FGs e RETs) após a PEC da Previdência entrar em vigor, será reduzida a contribuição patronal, o que deverá absorver este aumento, ficando elas por elas.



O Barulho dos Vices

Deram pano pra manga os comentários que fiz na coluna da semana passada sobre possíveis candidatos a vice-prefeito em Guaíba: Cláudia Mara (novidade) ou Cleusa na chapa do Sperotto; e a incógnita sobre o(a) vice do Maranata. Essa semana, choveram candidaturas por meio de tias alaídes falsas. Tia Alaíde fake é sinistro!

Em relação ao vice de Maranata, recebi um punhado de nomes, mas como as fontes são suspeitas, não divulgo. Aguardo uma informação consistente da verdadeira Tia Alaíde.

Chegou também informação de que o DEM e o PDT estão namorando firme para formar uma chapa majoritária. Acontece que fechar questão com o PDT não é coisa para amadores. Vamos acompanhar.



O MP e a Comunidade

Essa semana, conversei com as promotoras de Justiça Ana Luiza Domingues de Souza Leal e Mariana de Azambuja Pires, do MP de Guaíba. Em breve, teremos ações sociais relevantes do MP na Aldeia. Falo sobre isso na próxima semana.

Não esqueça de votar para o Conselho Tutelar neste domingo. Ver matéria na página 2 desta edição.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 05/10/2019.

Últimas Notícias

Na edição impressa deste sábado, 19, detalhes sobre o projeto viário a ser executado em Guaíba.

EmpregarRS oferece mais de 3 mil vagas no RS nesta sexta-feira. https://t.co/yP30gMpcyG.

Criminosos queimaram ônibus em Guaíba na tarde de segunda, 14. Eles alegaram retaliação contra ações da BM. Ninguém ficou ferido.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados