Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Sexta-feira, 28 de novembro de 2014

24/11/2014 - 10h59min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

A Sugestão

A respeito da demolição irregular de mais um prédio que fazia parte da história de Guaíba, no Centro, sugiro que o terreno, na esquina da Avenida 7 de Setembro com a Rua Otaviano, seja transformado em um espaço livre para manifestações sociais, a exemplo da The Corner, em Londres. Com isso, estaríamos valorizando a democracia e ratificando a reflexão sobre a importância de se preservar a história da Cidade.

Finalmente, o Inventário

Depois de mais um prédio histórico virar entulho, o Governo de Guaíba começou a fazer o dever de casa. De acordo com a secretária Cláudia Mara, da Setuc, a Prefeitura iniciou a realização de um inventário dos prédios antigos de Guaíba. Após a conclusão do estudo, os prédios históricos da Cidade deverão ser sinalizados para evitar a destruição do que resta do patrimônio histórico e cultural. Foi o que disse a secretária.

Sobre a alteração na fachada de um prédio antigo na esquina da Rua São José com a Avenida 7 de Setembro (ver Recado do Leitor), a secretária Cláudia Mara disse que já solicitou informações ao proprietário sobre a licença para a realização da obra. Vamos acompanhar.

Eleições na Câmara

O Vereador Chacrinha (PMDB) deverá ser eleito como novo presidente do Legislativo de Guaíba no dia 9 de dezembro. Ele mantém a confirmação de votos da maioria.

Perguntei ao vereador Campeão Vargas (PTB) se ele está articulando uma chapa de oposição. Ele me garantiu que não. Disse que foi procurado por um grupo, mas não sentiu firmeza. “O Chacrinha vai ganhar”, disse o especialista em virar o jogo aos 45 do segundo tempo em eleições da Mesa Diretora. “Pode publicar, vou apoiar o Chacrinha”, disse o Campeão. Depois, arrancou um fio do bigode e colou no meu bloco de anotações.

Excursão a Brasília

Discussão forte na sessão da Câmara sobre uma viagem a Brasília (de 2 a 5 de dezembro) dos vereadores Alex Medeiros (PP); Cleusa Souza (PMDB); Magda Leal (PTB); e Campeão Vargas (PTB). A justificativa da viagem, que vai custar cerca de R$ 20 mil aos cofres públicos, é a participação na “Marcha dos Vereadores”. O vereador Manoel Eletricista (PPS) e a Bancada do PROS reclamaram da falta de transparência no critério de escolha dos viajantes.

Essas marchas só servem para bajulação ao Governo Federal, apesar da justificativa contrária. E como diz o Vereador Manoel, quem marcha nessa é o povo que paga a conta.

À espera da prestação de contas

Os vereadores ficaram indignados com a ausência do interventor do Hospital Livramento na reunião da Comissão Especial, marcada para o dia 18, a fim de que fosse feita a prestação de contas do dinheiro repassado à entidade. De acordo com informação da Prefeitura, o Município repassou R$ 942 mil neste ano ao Hospital Livramento e os vereadores, acertadamente, querem a prestação de contas. Deram prazo até terça-feira, 25, às 14 horas.

Licenciado da OAB

O vereador Alex Medeiros se licenciou de ofício da OAB (temporariamente), pois foi denunciado por estar exercendo a Presidência da Câmara Municipal de forma irregular, considerando que o Estatuto da OAB não permite. Com a licença, Alex garante o final de seu mandato na Presidência do Legislativo sem riscos.

Sobre a Estrada do Conde

Continua a indefinição sobre a execução da obra de duplicação da Estrada do Conde. O secretário Estadual do Planejamento, João Motta, esteve em Guaíba em agosto e prometeu licitação com Regime Diferenciado de Contratação até outubro deste ano. O Natal está chegando e nada de licitação.

A bola foi passada para a equipe de transição, pois de acordo com a assessoria do Vereador Xandão (PT), o governador Tarso Genro não quer criar despesas novas para o futuro governo. Muito bem, mas não foi isso que o Secretário Motta disse em agosto aqui na Aldeia.

A obra está orçada em R$ 85 milhões. A metade estaria garantida pelo PAC, mas falta a outra metade, que seria financiada pelo Governo do Estado.

Lixo e Mais Lixo

O acúmulo de lixo e entulhos nas ruas de Guaíba é a pedra da vez no sapato do prefeito Henrique Tavares. A Prefeitura continua correndo atrás da máquina. Tudo poderia ser mais simples se o Executivo Municipal trabalhasse com planejamento estratégico ao invés da política de apagar incêndio.

Como medida emergencial para selecionar o material a ser levado até uma área licenciada na cidade de Gravataí, a Prefeitura criou um local provisório, próximo ao terreno da Foton. A reação foi dramática, e a tal triagem provisória foi fechada na terça-feira, dia 18.

Recomendo a leitura do Editorial desta edição da Gazeta Centro-Sul.

Quadrilha na Petrobras

A Polícia Federal vem mostrando que uma quadrilha tomou conta da Petrobras. Sugaram o que deu e quebraram a maior empresa brasileira. As consequências começam a aparecer. Vejam o que aconteceu em Charqueadas.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 22/11/14.

Últimas Notícias

Metroplan anuncia que no dia 12 de dezembro começará a operação da linha do catamarã ligando Guaíba ao Barra Shopping.

Polícia identifica dois suspeitos de atear fogo no Posto de Fiscalização de Agentes de Trânsito de Eldorado do Sul. Veja na versão impressa.

Descaso com o Patrimônio Histórico. Confira o Editorial da Gazeta Centro-Sul.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2014 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados