Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Terça-feira, 29 de julho de 2014

28/07/2014 - 09h26min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

Que se danem!

É de cair os butiás dos bolsos! Os passageiros de ônibus intermunicipais começaram a fazer contato com a Gazeta Centro-Sul para reclamar que não podem mais usar o prédio da tal Estação Rodo-Hidroviária de Guaíba. Acontece que, de uma hora para outra, a estação tornou-se exclusiva para os usuários dos catamarãs.

A Gazeta questionou a Prefeitura e a Catsul sobre o caso e ambas dizem que a decisão é dos órgãos estaduais. Ver matéria na página 2.

Pelo que pude perceber, ninguém é responsável pela extinção da Rodoviária, e os passageiros de ônibus que se danem. A Prefeitura só emite o alvará, a Catsul atende o que manda a Metroplan e o DAER, e estes órgãos estaduais exigem prédios separados para as estações, mas não mexem uma palha para isso. É inacreditável uma coisa dessas!

Na próxima semana, vamos continuar acompanhando este caso emblemático de desrespeito à população. Vamos ver para quem a Metroplan e o DAER vão passar a responsabilidade.

Se continuar assim, os passageiros vão ter de fazer as necessidades atrás da vaca de plástico. E os vereadores de Guaíba não estão vendo isso?

Dinheiro tem

A matéria sobre o PA deixa claro que não falta dinheiro para a Saúde em Guaíba. O problema é de gestão.

Depois da entrevista com o vice-prefeito Rogério Souza, encontrei o prefeito Henrique Tavares. Ele confirmou que as faltas aos plantões complicam a situação, mas disse que está estudando um sistema de terceirização adotado em outros municípios para implantar em Guaíba (se for legal) até que a Maternidade e o Hospital entrem em operação, quando as coisas deverão melhorar na Aldeia.

Sobre aumentar o valor da remuneração dos plantonistas para atrair mais médicos, o prefeito disse que legalmente não pode passar do teto salarial dos médicos efetivos, que é de R$ 5.300,00.

E tudo fica ainda pior porque a Unimed não oferece plantões com pediatras nos finais de semana, aumentando a demanda no PA.

Pedidos de Socorro à Gazeta

Na conversa entre o prefeito, o vice e eu sobre os transtornos no PA, o Rogério Souza salientou que a comunidade se queixa mais na Gazeta do que na Prefeitura. Eu acredito que se isso está acontecendo é porque a população acredita mais no Jornal do que no Governo Municipal quando pede solução para os problemas. O que acontece na Prefeitura quando recebem as reclamações eu não sei, mas quando os leitores procuram a Gazeta, vamos atrás das explicações e das soluções.

Meu Cadastro Minha Espera

A Prefeitura está atualizando seu cadastro do programa habitacional Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, conforme ampla divulgação da Gazeta Centro-Sul.

Os motivos do cadastramento foram explicados e tal. Tudo bem compreendido. No entanto, está mais do que na hora do Município anunciar o que tem feito para atrair empresas interessadas em construir os imóveis, além da isenção de impostos.

Acredito que o cadastro não será usado em campanhas eleitorais, conforme alguns leitores têm me questionado. Eu não acredito nisso. Não acredito.

O Telefonema do Campeão

Na segunda-feira, 21, o vereador Campeão Vargas me ligou para dizer que não teve nada a ver com a mobilização dos separatistas do Sindicato da Construção Civil. Nada.

Cobrei da Tia Alaíde, que me passou a informação. Ela chorou, afirmando que sua fonte é de confiança e tal.

- Calma, Tia Alaíde! Deve ter acontecido algum engano...

Sobre o Sindicato

Apesar do Vereador Campeão jurar de pés juntos, sem figa, que não teve nada a ver com o movimento sindical, eu questionei sobre o que aconteceu no dia 17 de julho. Ele me disse que a mobilização do Sindicato foi financiada pelas empreiteiras que prestam serviço nas obras de expansão da Celulose Riograndense. O Campeão afirmou que os trabalhadores receberam horas extras, foram transportados por ônibus pagos pelas empreiteiras e ainda teriam recebido R$ 200,00 em dinheiro para as despesas. Forte, essa!

O leitor João Luis C. da Silva enviou e-mail discordando da nota que escrevi na Coluna sobre a polêmica assembleia do Sindicato da Construção Civil. Na mesma linha do Campeão, o João Luis critica a intervenção das empresas nos assuntos do Sindicato.

Campanha Eleitoral

Caminhadas, abraços, santinhos, bandeiras, inaugurações de comitês, discursos fortes e beijos em crianças. Começou a campanha eleitoral.

Leandro André

leandro.andre.gazeta@gmail.com

Publicado em 26/7/14.

Últimas Notícias

AGF goleia ACAF por 6 a 3, no Coelhão, e se aproxima dos líderes da Série Prata de Futsal.

A Importância do Plano Viário. Confira o Editorial da Gazeta Centro-Sul.

Assembleia do Sindicato da Construção Civil aconteceu às 19 horas, na quinta-feira, 17, em frente ao prédio da Câmara.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2014 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados