Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

07/06/2021 - 18h37min

Editorial

Educação Ambiental

Compartilhar no Facebook

Lixo nos logradouros e equipamentos públicos danificados por vândalos são sinais de que é preciso implantar um programa eficaz de Educação Ambiental no Município, além de um serviço de fiscalização atuante.


Em Guaíba, no início da década de 1990, a Diretoria de Meio Ambiente e a Secretaria de Educação implantaram um programa de Educação Ambiental denominado “Plantando Ecologia”, com o objetivo de construir uma sociedade mais atenta às questões ambientais, com consciência ecológica. Entre as atividades mais importantes desenvolvidas, destacaram-se a participação das escolas no sistema de coleta seletiva de lixo; a realização de hortas comunitárias; a promoção de palestras e visitas técnicas. Todo o trabalho nas instituições de ensino era coordenado por professores previamente treinados. O engajamento tornou-se abrangente, envolvendo as famílias dos estudantes e as comunidades dos bairros.


Por meio de parcerias, a Prefeitura mantinha espaços para o descarte de caliças, entulhos e galhos, o que garantia uma cidade relativamente limpa. Tudo isso com um orçamento cerca de 14 vezes menor do que o atual. Infelizmente, com as sucessivas trocas de governos, o Plantando Ecologia foi desativado, sendo substituído por ações teóricas, com pífios resultados práticos.


A experiência de Guaíba, relatada acima, mostra que a preservação ambiental depende mais de vontade política do que de dinheiro.


A implantação de ecopontos para o descarte de resíduos recicláveis foi um avanço importante em Guaíba nos últimos anos, mas trata-se de uma ação parcial que precisa estar integrada ao comportamento da população, o que se torna viável por meio de um programa educativo, envolvendo a comunidade através das escolas, conforme aconteceu no início da década de 1990.


É preciso criar na sociedade o sentimento de pertencimento para que todos se sintam responsáveis pelo bem-estar coletivo. Compreender a importância da Educação Ambiental é o primeiro passo para tomar o caminho que conduz à qualidade de vida para todos.



Publicado em 3/6/21.


Últimas Notícias

Você já visitou o novo site da Gazeta Centro-Sul?

Incêndio destrói prédio da Segurança Pública em Porto Alegre na noite de quarta-feira, 14.

Contaminação do coronavírus está em queda na Região. Ver gráfico na edição impressa.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2022 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados