Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Segunda-feira, 22 de julho de 2019

27/05/2019 - 14h18min

Pistolas, Carregadores, Muita Munição e Drogas

Compartilhar no Facebook

Guarnições do POE patrulhavam a Estrada do Conde no domingo, 19, quando por volta da meia-noite, no Bairro Santa Rita, em Guaíba, os PMs abordaram o motorista de um veículo Fiat Brava, cor cinza, com placas de Canoas, em atitude suspeita.

De acordo com a BM, o carro estava sendo conduzido por um homem de 23 anos, com passagens pela Polícia, quando adolescente, por desobediência e direção perigosa, sem CNH. Durante a revista pessoal, foi encontrada com o suspeito uma pistola marca CZ P-09, calibre .9mm, com um carregador municiado com 19 munições do mesmo calibre, numeração B516382. No interior do veículo, foi localizado um carregador de pistola calibre .9mm e um tijolo de maconha pesando 2kg.


Foi dada voz de prisão ao indivíduo que, ao ser indagado sobre a arma e a droga, relatou que apenas estaria transportando para entregar a um homem na Vila Nova Guaíba, dizendo que o mesmo seria o patrão do tráfico na Vila. Disse, também, que na casa do patrão teria mais drogas e armas. Segundo relato da BM, as guarnições, de posse das informações e já conhecendo o indivíduo de outras ocorrências, se deslocaram até o endereço indicado. Um indivíduo que estava na frente da residência correu para dentro de casa ao observar a aproximação da Polícia, mas não conseguiu escapar. O homem de 22 anos, com passagens policiais por homicídio e tráfico de drogas, acabou preso. Com ele, os PMs encontraram uma pistola marca Zigana PX-9, calibre .9mm e um carregador municiado com 18 munições do mesmo calibre (numeração suprimida). Durante buscas na casa, foram localizados mais uma pistola marca Glock G19, calibre .9mm; um carregador de 30 calibre .9mm, marca Glock; um carregador de 17 calibre .9mm marca Glock; um carregador de 15 calibre .9mm, marca Glock; uma pistola maca Taurus, calibre .380, numeração KQC65201; dois carregadores de 19 calibre .380, marca Taurus; um carregador de 30 calibre .380; munições de diversos calibres. E, ainda, sete tijolos grandes e diversas porções fracionadas de maconha, totalizando 6,185 kg; diversas pedras de crack pesando um total de 170 gramas; uma bucha grande e outras pequenas de cocaína pesando um total de 110 gramas; três comprimidos de substância com características semelhante a Ecstasy; e cinco aparelhos celulares.

O veículo foi recolhido ao depósito do Detran, e os indivíduos, conduzidos ao PA para exames e posteriormente à DPPA de Canoas.

Populares prendem assaltantes

Na manhã de sábado, 18, por volta das 9h30, dois ladrões assaltaram uma farmácia na Rua Adão Foques, Zona Sul de Guaíba, mas se deram mal.

O estabelecimento comercial possui um vigilante particular que reagiu e conseguiu pegar e imobilizar um dos assaltantes, o que estava armado. O comparsa dele escapou correndo, mas foi perseguido pelo vigilante enquanto populares mantinham o outro no chão. O segundo também acabou sendo detido no Bairro Alegria.

Os dois ladrões, ambos jovens, ficaram imobilizados, deitados na calçada em frente à farmácia por mais de meia hora, vigiados atentamente pelos populares até a chegada da Brigada Militar, que os prendeu em flagrante.

De Moto e Pistola na Cintura

Na tarde de quarta-feira, 22, por volta das 16h45, durante patrulhamento na Vila São Jorge, em Guaíba, o POE do 31º BPM visualizou um indivíduo em atitude suspeita conduzindo uma motocicleta. De acordo com a BM, ao visualizar a viatura, o suspeito levou as mãos à cintura com a intenção de esconder algo. Os PMs abordaram o suspeito e, durante a revista pessoal, foi encontrada em sua cintura uma pistola Bersa, calibre .22, com dez munições intactas. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão, e o indivíduo, conduzido à DP.

Placa de Vigilância Privada na DP

Essa semana, postagem nas redes sociais foi compartilhada por centenas de pessoas, em Guaíba, a respeito da placa de uma empresa de vigilância privada fixada na fachada da Delegacia de Polícia da Cidade. Entre os comentários, críticas e piadas relacionadas ao fato de que, supostamente, a Polícia estaria contando com serviço particular para se proteger.

A Gazeta Centro-Sul questionou o delegado Luis Firmino, titular da DP local, sobre esta questão. O delegado lamentou que existam pessoas com tempo para postar e compartilhar notícias infundadas na Internet. Ele explicou que a Polícia Civil consome produtos e serviços como qualquer instituição ou órgão público. Neste caso, a empresa de vigilância apenas forneceu as câmeras de monitoramento, a cerca elétrica e o sistema do portão eletrônico, ou seja, os equipamentos, sendo que a operação é feita pelos policiais.

Foto: Divulgação/BM

Publicado em 25/5/2019.


Últimas Notícias

Professor Bosco (PL) assume a cadeira de Juliano Ferreira na Câmara Municipal de Guaíba.

Vereador Juliano Ferreira (PL) assume a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Guaíba.

Leandro André fala sobre a Casa da Mãe Joana.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados