Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Quarta-feira, 20 de maro de 2019

08/03/2019 - 14h56min

Parque Ecológico no Morro

Compartilhar no Facebook

Previsão é de iniciar as desapropriações no final deste ano

Por Leandro André

Continuam os trabalhos para a implantação de um parque ecológico na Unidade de Conservação (UC) do Morro José Lutzenberger, localizada no Centro de Guaíba (foto).

Em maio de 2018, o Conselho Consultivo do Parque Natural Municipal Morro José Lutzenberger aprovou o Regimento Interno do Conselho. O Plano de Investimento elaborado pelo Colegiado foi aprovado pela Câmara Estadual de Compensação Ambiental (CECA) e já foi assinado pela CMPC o Termo de Compromisso para a execução das medidas compensatórias devidas.

Segundo Tatiana Santos, arquiteta da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano, órgão gestor do Parque, está sendo elaborado o Termo de Referência (TR) para contratar a empresa que fará o levantamento topográfico e a avaliação dos terrenos particulares na área. A previsão de conclusão do TR é 10 de abril. Em maio, deverá ser escolhida a empresa e a CMPC tem 90 dias para a contratação. Os serviços devem levar entre 90 a 120 dias.

A previsão da Prefeitura é de que no final deste ano o órgão gestor terá as características físicas e os valores dos respectivos imóveis para efetuar as desapropriações.

O valor inicial disponibilizado para executar o projeto é de R$ 6 milhões (medidas compensatórias da ampliação da fábrica da CMPC). Este dinheiro deve ser usado somente em projeto ambiental numa Unidade de Conservação.

As medidas compensatórias oriundas do futuro Centro de Treinamento do Sport Club Internacional, em Guaíba, também poderão ser revertidas para o Parque Ecológico do Morro, que deverá ser usado para alavancar o turismo na Cidade, bem como ser utilizado em projetos de Educação Ambiental.

Foto: LA/GAZETA

Publicado em 9/3/2019.


Últimas Notícias

Novo site da Gazeta Centro-Sul deverá entrar no ar entre março e abril deste ano.

Projeto de mineração de carvão em Eldorado do Sul gera preocupação de moradores.

A advogada Paula Almeida foi nomeada diretora de Licenciamento Ambiental de Guaíba.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados