Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Quinta-feira, 30 de outubro de 2014

27/10/2014 - 10h23min

Camaquã

Chuva de granizo atinge Camaquã

Compartilhar no Facebook

Cerca de 150 casas foram atingidas pelo granizo

Um temporal de pedras, na madrugada de sexta-feira, 17, deixou um rastro de estragos em vários pontos do município. A chuva de granizo, conforme dados da Defesa Civil de Camaquã e das secretarias dos Transportes, da Infraestrutura, da Agricultura, e do Trabalho e Desenvolvimento Social, deixaram 150 casas com suas coberturas danificadas, parcial ou totalmente. Entre os locais com maior concentração de moradias atingidas estão o Núcleo 2 do Banhado do Colégio e o Capão do Café, na região da várzea. As pedras também atingiram casas de bairros da Cidade, mas de forma menos contundente. Na parte alta, uma das localidades mais afetadas foi a do Passo do Medina.

Numa área que vai de Cristal a Mariana Pimentel, cerca 1.500 agricultores tiveram suas lavouras de fumo atingidas. Segundo o Setor de Mutualidade da Afubra, que lida com os seguros de lavouras, em Camaquã foram 500 produtores atingidos, sendo que o Distrito de Santa Auta foi o que mais teve perdas.

Tão logo o prefeito João Carlos Machado tomou conhecimento do episódio, seus secretários foram convocados para uma reunião de emergência, que ocorreu às 7h de sexta-feira. Na ocasião, foram traçadas estratégias para auxiliar a população, com os secretários incumbidos de levantar os números dos estragos e levar as primeiras ajudas aos atingidos. O secretário especial de governo e coordenador da Defesa Civil de Camaquã, Deoclécio Giongo, fez o monitoramento geral das perdas, reunindo o levantamento das demandas gerais. Foi entregue pela Prefeitura, entre sexta e sábado, um total de 2.641 telhas e 4.184 metros de lona, que cobriram 53 casas.

Já a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social organizou duas equipes, compostas por assistentes sociais e demais servidores, que levantaram as necessidades mais básicas dos moradores afetados em Passo do Medina e Capão do Café, local em que trinta e uma famílias tiveram perdas. Nestes locais, foram distribuídos colchões, cobertores, água potável, além de lonas e telhas. Um decreto de situação de emergência foi autorizado pelo prefeito, visando buscar recursos para recuperar as perdas na agricultura.

Foto: Alex Soares

Publicado em 25/10/14.


Últimas Notícias

Sartori eleito governador, com 61% dos votos. Dilma reeleita presidenta, com 51% dos votos. Em Guaíba, comemorações acanhadas.

Com 100% dos votos apurados em Guaíba, Sartori (PMDB): 54,56% e Tarso (PT): 45,41%.

Sartori vence com folga em todos os municípios da Região Centro-Sul.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2014 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados