Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Sábado, 13 de julho de 2024

05/07/2021 - 08h23min

Aulas Presenciais em Guaíba

Compartilhar no Facebook

Como a SME está preparando a retomada das atividades

Na semana passada, o prefeito Marcelo Maranata e a secretária de Educação Cláudia Jardim anunciaram a retomada das aulas presenciais a partir do dia 6 de julho.


No dia 24 de junho, a Prefeitura assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público para o reinício das atividades presenciais nas escolas da Rede Municipal.


As aulas deverão continuar de forma remota para os alunos que assim desejarem. Os pais ou responsáveis pelos estudantes deverão assinar um termo se responsabilizando pelo retorno às escolas.



Ações da SME


A Gazeta Centro-Sul questionou a Secretaria Municipal de Educação (SME) sobre detalhes do processo de preparação: reuniões; se a Prefeitura dispõe de equipamentos adequados e de pessoal treinado para oferecer aulas no sistema híbrido (presencial e remoto); medidas sanitárias; e fornecimento de merenda.


Em nota, a SME informou que, após reuniões realizadas com o Ministério Público, elaborou um cronograma de retorno. Aconteceram encontros com as equipes diretivas das escolas para compartilhar o cronograma e as normas a serem adotadas, como carga horária dos professores, atendimento aos alunos e modelos dos termos de responsabilidade das famílias dos estudantes. Com as autorizações, as escolas terão o quantitativo de alunos que retornarão ao ensino presencial, por turma, podendo organizar o escalonamento de atendimento, respeitando o Plano de Contingência de cada escola.


De acordo com a SME, estão sendo produzidos materiais de divulgação com todas as informações para as comunidades escolares.


Os professores deverão atender presencialmente três horas por dia, e o restante de forma remota, pela plataforma Educar Web, ou com entrega física de materiais aos alunos que não possuírem acesso à Internet. A carga horária presencial do aluno poderá variar conforme a quantidade de estudantes que a sala de aula comportar, respeitando o distanciamento social e os protocolos de segurança em saúde. Cada professor terá uma carga horária destinada aos alunos que não retornarem presencialmente, para atendê-los de forma síncrona, conforme normativa SME N° 003/2021, podendo realizar este atendimento em teletrabalho.


Os estabelecimentos de ensino deverão instituir seus próprios planos de contingência. Os conselhos locais têm como competência dar treinamentos e auxiliar na prevenção e promoção de hábitos saudáveis. Todos os planos deverão ser revisados pelo COE-Municipal, responsável pela autorização final do sistema presencial, observando o distanciamento e as medidas sanitárias.


O fluxo de alunos no acesso às escolas se dará de forma escalonada. Cada instituição de ensino contará com uma sala exclusiva para o isolamento de alunos e trabalhadores que tiverem suspeita de Covid-19.


A merenda escolar deverá ser oferecida observando todos os cuidados sanitários necessários.


A SME não informou se a Prefeitura dispõe de equipamentos adequados e em número suficiente para gravar e transmitir as aulas.



Foto: Divulgação

Publicado em 02/7/21.


Últimas Notícias

Este site da Gazeta Centro-Sul s
Ler mais

Aulas Presenciais em Guaíba
Ler mais

Monumento Farroupilha
Ler mais

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2024 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados