Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Terça-feira, 20 de outubro de 2020

07/09/2020 - 11h26min

Reclamações

Aglomeração sem Fiscalização

Compartilhar no Facebook

Todas as semanas, leitores fazem contato com a Gazeta Centro-Sul para reclamar da falta de atenção das autoridades em relação à fiscalização para evitar festas com aglomerações em Guaíba.

Moradores do Loteamento Fátima reclamam que na Rua Cesar Verdi, seguidamente, acontecem festas com aglomeração de pessoas em uma residência, com som muito alto nas madrugadas. Eles relataram à Gazeta que telefonam para a Prefeitura e para a Brigada Militar, mas não são atendidos. Cansados de sofrer com o barulho ameaçam invadir a casa onde acontecem as supostas festas com aglomeração.

Em recente reportagem, a Gazeta Centro-Sul questionou a Prefeitura sobre o problema que estaria acontecendo em alguns bairros. Em nota, o Governo Municipal salientou que é necessário passar o maior número de informações (se possível fotografar e gravar imagens) para que possam atuar. De acordo com a Prefeitura, quando se trata de música alta, a ação de abordagem deve ser feita pela Brigada Militar, considerando a legislação vigente. No entanto, a reclamação dos moradores é de que a Prefeitura não atende o telefone e a BM não vai até o local.

O que diz a Brigada Militar

A Gazeta Centro-Sul solicitou manifestação da BM. O comandante do CRPOCS, tenente-coronel Maurício Campos Padilha, enviou a nota que segue, publicada na íntegra.

“A Brigada Militar toda vez que for solicitada, independente de horário, irá atender toda e qualquer ocorrência, inclusive aglomeração de pessoas. Nós trabalhamos 24 horas por dia, priorizando as ocorrências mais urgentes, porém, existe um decreto da prefeitura que eles obrigatoriamente deverão fiscalizar, e quando solicitarem a Brigada Militar, nós vamos atuar, já é de praxe 24 horas por dia a serviço da comunidade e se qualquer cidadão se sentir prejudicado, que formule no Comando Centro-Sul uma queixa, que nós iremos apurar.”

Publicado em 04/9/20.


Últimas Notícias

Assassinato que matou professora e seu filho, no Bairro Bom Fim, choca a comunidade.

Professora Rosa Jardim, 67, e seu filho Leonardo, 28, foram mortos em casa, em Guaíba, na madrugada desta segunda, 5.

Região de Guaíba se mantém em bandeira laranja no mapa de distanciamento controlado do RS.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados