Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Domingo, 05 de abril de 2020

12/03/2020 - 14h32min

Polícia

Criminosos perigosos são transferidos das penitenciárias de Charqueadas

Compartilhar no Facebook

O Governo do Estado executou, na terça-feira, 3, a maior ação planejada até o momento pelo Programa RS Seguro. Com a participação de mais de 1,3 mil agentes e o emprego de 306 viaturas, sete aeronaves – seis helicópteros e um avião – e quatro embarcações, as secretarias da Segurança Pública (SSP) e da Administração Penitenciária (Seapen) deflagraram a Operação Império da Lei, que transferiu do município de Charqueadas 18 detentos com posição de liderança nas principais organizações criminosas gaúchas. Eles foram encaminhados para penitenciárias federais fora do Rio Grande do Sul. A ação contou com a participação de 15 instituições das esferas estadual e federal. O destino dos presos não foi revelado por questão de segurança.

O vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, destacou que o Estado está preparado para enfrentar possíveis retaliações das facções criminosas.

Pelo RS, atuaram Brigada Militar, Polícia Civil, Instituto-Geral de Perícias, Corpo de Bombeiros Militar, Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Ministério Público e Poder Judiciário. A Secretaria da Saúde apoiou com acompanhamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Pela União, a partir de determinação do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, para apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), somaram-se esforços da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do Exército, Aeronáutica e Marinha.

O planejamento da Império da Lei teve início há um ano, logo após o lançamento do RS Seguro, no final de fevereiro de 2019.

Na madrugada de terça-feira, o trabalho teve início às 2h, com a preparação para remoção dos presos que seriam transferidos. Os detentos foram retirados da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC) e da Penitenciária Modulada Estadual de Charqueadas (PMEC) em comboio único. Às 6 horas, viaturas da Susepe, da BM, dos Bombeiros, da Polícia Civil, da PF, da PRF, do Exército e ambulância do SAMU partiram das duas casas prisionais, efetivando a transferência.

Operação Marias prende indivíduo por violência doméstica em Guaíba

A Polícia Civil de Guaíba, sob coordenação da delegada Karoline Calegari, prendeu na quinta-feira, 5, um homem de 49 anos por suspeita de descumprir medidas protetivas de urgência, expedidas pela Justiça de Pelotas, em favor da ex-companheira.

Na mesma operação, em cumprimento a mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara Criminal de Guaíba, a Polícia apreendeu, em residência localizada no Bairro Colina, 147 munições de calibre .357.

A Operação Marias ocorreu em todo o País, dando cumprimento a uma série de medidas cautelares referentes à violência contra a mulher, salvaguardando a integridade física e psicológica das vítimas.

A Delegada Karoline ressaltou que é possível para as vítimas romperem o ciclo de violência e que operações como esta servem para encorajar as mulheres a procurarem a Polícia.

Execução em Camaquã

Na noite de quarta-feira, 4, um homem foi executado a tiros na Rua Walter Kess, próximo ao Hospital, após ser perseguido pelo atirador. Segundo testemunhas, foram vários disparos na vítima, que recém havia deixado o Presídio de Camaquã. O homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo ficou caído na calçada até a chegada da Perícia.

Denúncia de Falha no Atendimento do SAMU

Dificuldades para acionar o SAMU em Guaíba durante um acidente de trânsito foram confirmadas pela Gazeta Centro-Sul. Na manhã de terça-feira, 3, a motorista de um Volvo que trafegava na Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Guaíba, atropelou um jovem de 24 anos que atravessou a via repentinamente e não percebeu a aproximação do veículo. A motorista parou para prestar socorro.

A vítima ficou ferida sobre o passeio público à espera de socorro. Aconteceram algumas tentativas de pedido de ajuda ao SAMU. De acordo com testemunhas, uma atendente do serviço informou que o chamado havia caído em Porto Alegre e que o mesmo deveria ser feito por Guaíba, apesar de ser usado o número 192. Um dos populares que tentava acionar o SAMU chegou a receber o número de um telefone fixo para o qual deveria ligar, mas ninguém atendia o chamado. A informação de que a ligação estava sendo direcionada para Porto Alegre e que deveria ser para Guaíba foi confirmada pela Gazeta Centro-Sul, que acionou o 192 às 11h36 de terça-feira, 3 de março, por meio do número do Plantão de Jornalismo.

A Gazeta fez contato com o secretário Municipal de Saúde, Jocir Panazzolo, questionando sobre o procedimento do atendimento. Panazzolo confirmou que o atendimento é feito por Porto Alegre, mas ressaltou que o próprio SAMU é quem deve acionar Guaíba. O secretário disse que solicitou a gravação dos chamados para verificar o atendimento, mas até o fechamento desta edição ele não havia recebido o áudio.

O rapaz atropelado foi atendido no PA e liberado, sem sofrer fraturas, de acordo com o Secretário Jocir.

Casal traficando crack no Bairro Florida

A Polícia Civil de Guaíba prendeu em flagrante na quarta-feira, 4, um homem e uma mulher transportando mais de 200 gramas de crack no Bairro Florida, em Guaíba.

Em monitoramento aos investigados, a Polícia Civil abordou o casal, sendo que a mulher tentou dispensar o crack, mas a droga foi apreendida.

Na sequência, os policiais foram até a residência da investigada e deram cumprimento à ordem judicial de busca e apreensão. No local, houve apreensão de mais 50 gramas de cocaína e 36 pinos da mesma substância pronta para a venda. Após os trâmites legais, os indivíduos foram encaminhados ao sistema prisional.

Suspeitos de homicídio e tentativa são presos

Na manhã de quinta-feira, 5, a Polícia Civil de Guaíba prendeu dois homens por suspeita de praticarem um homicídio e uma tentativa de homicídio no dia 16 de fevereiro deste ano.

De acordo com a Polícia, os crimes ocorreram depois de uma discussão em via pública. As vítimas eram pai e filho, sendo que o pai morreu depois de levar um tiro na cabeça e o filho ficou gravemente ferido.

Após diligências realizadas pela equipe de Investigação da DP local, os acusados foram localizados e presos.

De acordo com a delegada Karoline Calegari, o enfrentamento de crimes de homicídio são prioridade na DP de Guaíba.

Foto: Divulgação

Publicado em 7/3/20.


Últimas Notícias

Registrado oficialmente o primeiro caso de Covid-19 em um morador de Guaíba, na tarde desta quinta-feira, 2.

Comércio não essencial de Guaíba começa a operar pelo sistema de tele-entrega nesta quarta-feira, 1º.

Vacinação em casa para idosos acamados. Agendamento deve ser feito por familiares no posto de saúde do bairro.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados