Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Domingo, 31 de maio de 2020

23/03/2020 - 11h34min

Falta somente R$ 50 mil para a nova DP de Guaíba entrar em operação

Compartilhar no Facebook

Em setembro de 2015, o Governo do Estado assinou a ordem de início para os serviços de construção do prédio da nova Delegacia de Polícia - Padrão de Médio Porte - em Guaíba.

O prédio para a DP foi construído na Avenida Nestor de Moura Jardim, 297 (foto), próximo ao Forum, em uma área de 3,5 mil metros quadrados, doada pelo Município ao Estado. De acordo com informações da época, o prédio tem 720 m², com o investimento de R$ 2,7 milhões.


A empresa vencedora da licitação foi a Tarefa Construções, com sede em Guaíba. O prazo de execução da obra, divulgado em 2015, foi de trezentos dias corridos, o que não se confirmou, devido a paralisações em decorrência de interrupções nos repasses por parte do Governo do Estado.


Cinco anos e três meses após o anúncio do começo da construção, as instalações da nova DP de Guaíba estão praticamente prontas. O atual prédio da Delegacia está degradado, com alerta da Defesa Civil.


A Gazeta Centro-Sul questionou o Governo do Estado sobre a inauguração da nova DP. A Polícia Civil enviou a nota que segue entre aspas.


“A construção do novo prédio da Delegacia de Polícia do Município de Guaíba é meta desta gestão da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul. A obra está em fase de conclusão, mas a empresa responsável pela construção pediu um aditivo de aproximadamente R$ 50 mil, cujo processo administrativo para liberação do recurso já está em tramitação. Com a liberação do recurso, a obra deve ser concluída, estimando-se que ainda neste ano.”



Adolescente que havia desaparecido em Guaíba foi localizado na Capital

No domingo, 15, foi localizado, em Porto Alegre, o adolescente que havia desaparecido no dia 12 de março em Guaíba. O jovem de 15 anos de idade foi apresentado no DECA, e as providências legais e demais encaminhamentos ficaram a cargo da delegada Sabrina Dóris. De acordo com a Polícia, as causas do desaparecimento continuam sendo apuradas.

Mortes e Prisões em Barra do Ribeiro

Na noite de sexta-feira, 13, policiais militares da Força Tática do 31º BPM, juntamente com a equipe de Inteligência local, prenderam dois indivíduos por homicídio em Barra do Ribeiro.

As equipes se deslocaram até o Bairro Extremosa, uma área tomada pelo tráfico de drogas. Chegando ao local, os PMs escutaram disparos de arma de fogo e observaram dois indivíduos vestindo camisetas da Polícia Civil, ostentando revólveres em via pública. Ao perceberem a chegada das guarnições, os suspeitos fugiram para dentro de uma residência. No local, os policiais militares encontraram dois indivíduos mortos, atingidos por tiros, e um ainda com vida, que foi encaminhado ao HPS de Porto Alegre.

Foram presos na residência os dois homens, que confessaram a autoria dos homicídios, e apreendidos cinco revólveres e uma pistola calibre 9 milímetros, além de munições, drogas e dinheiro. Os indivíduos presos e o material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia, e o local, isolado para perícia.

Decretada Situação de Calamidade Pública no RS

Na quinta-feira, 19, o Governo do RS decretou Situação de Calamidade Pública no Estado e instituiu um Gabinete de Crise, envolvendo vários setores da sociedade.

Entre as medidas do Decreto, está a proibição do transporte interestadual; fica estabelecido o limite de 50% de capacidade no transporte intermunicipal; e proíbe o transporte de passageiros em pé no transporte municipal. Está limitada a compra de itens essenciais pelo consumidor e proibida a prática de preços abusivos.

A população de risco (idosos e doentes crônicos) passa a ter horário específico para fazer compras. Nos shoppings centers, fica determinado o fechamento de todo o comércio não essencial, com exceção de restaurantes, farmácias, supermercados, clínicas e agências bancárias.

Os setores de comércio e indústria devem estabelecer planos de revezamento e alteração de jornadas para reduzir a exposição e o fluxo de trabalhadores. O decreto de calamidade pública concede à Secretaria da Saúde o poder de fazer requisição de bens e de serviços tanto quanto for necessário.

Foto:LA/Gazeta

Publicado em 21/3/20.


Últimas Notícias

Navio bate em pilar da Ponte do Guaíba. Içamentos estão suspensos, mas tráfego de veículos continua.

Unidades do Super Paulinho, interditadas na quarta, 20, pela Vigilância em Saúde, foram liberadas neste sábado, 23.

Registrada a primeira morte por Covid-19 de um morador de Guaíba na noite desta quinta-feira, 14.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados