Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Domingo, 31 de maio de 2020

15/03/2019 - 15h42min

Demissões na CMPC em Guaíba

Compartilhar no Facebook

Na manhã dessa sexta-feira, 15, a Gazeta Centro-Sul recebeu diversas mensagens de leitores questionando sobre demissões em massa que estariam acontecendo na fábrica da CMPC Celulose Riograndense em Guaíba. Logo, diversos boatos se espalharam pelas redes sociais.

A Gazeta fez contato com a Companhia, questionando sobre a veracidade da notícia, bem como a respeito do número de trabalhadores demitidos e os seus respectivos setores. Foi confirmado que houve demissões, mas não foi divulgado o número de trabalhadores dispensados.

Confira a nota, na íntegra, enviada pela CMPC no início da tarde dessa sexta-feira.

Nota da Empresa

“A CMPC esclarece que houve a necessidade de uma reorganização operacional tendo em vista que desde 2015, após o início das operações da nova linha de produção, a empresa vem ajustando a sua operação. Para isso, na época, foi preciso ampliar sua estrutura de colaboradores.

Como em 2018 a empresa teve um ano com produção estável, fez-se necessário realizar agora um ajuste organizacional. A CMPC reafirma todo o cuidado e atenção com as pessoas na condução desse processo.

Trata-se de uma das medidas para manter a empresa competitiva e alinhada com as melhores práticas de mercado, garantindo seu compromisso de longo prazo com a operação no Brasil.

A CMPC está conduzindo este processo com respeito, e além de todos os direitos trabalhistas devidos, a empresa está oferecendo a esses colaboradores um pacote de benefícios que inclui abono indenizatório, extensão do plano de saúde e do cartão-alimentação, pagamento de valor relativo aos veteranos, além de consultoria para apoiar na recolocação ou orientação nos casos de aposentadoria.”

Foto: ARQUIVO/GAZETA

Publicado em 16/3/2019.


Últimas Notícias

Navio bate em pilar da Ponte do Guaíba. Içamentos estão suspensos, mas tráfego de veículos continua.

Unidades do Super Paulinho, interditadas na quarta, 20, pela Vigilância em Saúde, foram liberadas neste sábado, 23.

Registrada a primeira morte por Covid-19 de um morador de Guaíba na noite desta quinta-feira, 14.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados