Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Segunda-feira, 17 de junho de 2019

04/02/2019 - 14h20min

Muda o Diretor de Comunicação da CMPC Celulose Riograndense

Compartilhar no Facebook

Executivo adiantou que 2019 será um ano especial para Guaíba e Região

Depois de 18 anos à frente da CMPC Celulose Riograndense, Francisco Bueno está se desligando do cargo de diretor de Relações Institucionais e Comunicação da Companhia para seguir carreira profissional como consultor. Bueno foi substituído por Daniel Ramos, 37 anos, que assumiu no dia 7 de janeiro e chegou anunciando que vêm notícias boas para Guaíba e Região neste ano.

Na terça-feira, 29, a empresa realizou um almoço para apresentar Daniel à Imprensa de Guaíba. O novo diretor ressaltou que “a questão ambiental é um valor e não perfumaria”.

Daniel Ramos, com formação nas áreas de Urbanismo, Marketing e Turismo, é natural de Santos (SP). Ele tem experiência de mais de dez anos nas áreas de relações com comunidades; institucionais; trabalhistas; e de comunicação. Possui experiência, também, na relação com o poder público, Judiciário, movimentos sociais e ambientais. Durante aproximadamente nove anos atuou como gerente de relacionamento e especialista em empresas do setor de petróleo, siderurgia e mineração. Neste período, fez a gestão de inúmeros projetos sociais, ambientais e econômicos no Brasil e na África. Antes de vir para Guaíba, atuava como consultor no Espírito Santo.

Ao falar sobre seu estilo de trabalho, o novo diretor de Relações Institucionais e Comunicação da CMPC Celulose Riograndense destacou a importância da transparência e de ouvir as pessoas. Prometeu consultar seus colegas e as comunidades com as quais a CMPC tem envolvimento, a fim de obter resultados que beneficiem a todos. Disse que irá manter a mesma equipe de trabalho que estava sob o comando de Bueno, adiantando que irá intensificar o sistema de comunicação interna da empresa.

Ano Especial

Daniel Ramos disse que 2019 será um ano especial, porque marca os dez anos da CMPC no Brasil. Ele adiantou que um pacote com 45 projetos sociais será lançado e executado, abrangendo os municípios onde a empresa atua, sendo Guaíba o principal beneficiado por ser a sede da fábrica. As ações serão voltadas às crianças e aos adolescentes; Cultura; Esportes; Idosos e Desenvolvimento Local, envolvendo cerca de um milhão de pessoas. Os detalhes deverão ser divulgados em breve.

Injeção de Dinheiro no Mercado Local

Outra notícia positiva adiantada pelo diretor foi a participação dos resultados da empresa entre os funcionários, o que deverá acontecer neste mês de fevereiro. Segundo Daniel, será uma importante injeção de dinheiro no Rio Grande do Sul, principalmente no mercado local, impulsionando a economia com o que chamou de valor compartilhado. Ramos chegou a sugerir que o Município se prepare para absorver este dinheiro extra, criando uma estratégia especial, “um Black Fevereiro”, relacionando à “Black Friday”, quando o comércio faz grandes promoções. O diretor destacou a importância da CMPC para Guaíba e Região, citando a participação significativa no setor produtivo local.

Foto: LA/GAZETA


Publicado em 02/2/2019.


Últimas Notícias

Em Guaíba, tudo funcionando normalmente na manhã dessa sexta-feira, 14.

Prevista paralisação de professores da rede municipal de Guaíba, nesta sexta, 14, em protesto contra a Reforma da Previdência.

Prefeito Sperotto demite Alex de Oliveira da Secretaria de Mobilidade Urbana de Guaíba, justificando que é preciso revigorar a Pasta.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados