Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Segunda-feira, 10 de agosto de 2020

20/07/2020 - 10h04min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

Quem se elege?

Acompanho política partidária há muitos anos; muitos. Já fiz cobertura de muitas eleições municipais, desde antes de existir o telefone celular. Coordeno trabalhos de pesquisas eleitorais pelo Instituto People desde 1992.

Por conta do meu trabalho como jornalista, conheço a Aldeia como a palma da minha mão; conheço os caciques e os índios. Conheço os discursos e suas instabilidades. Com o tempo, aprendi como a banda toca no coreto da política partidária.

Nos últimos dias, me dediquei a analisar o quadro político de Guaíba com as informações que tenho e com base na minha experiência. O foco foi Guaíba, mas não muda muito em relação aos demais municípios da Região. Diante desta apresentação acima, vamos à resposta da pergunta do título desta coluna.

Em primeiro lugar é importante ressaltar que não se pode generalizar, pois a generalização, independente do tema, é sempre injusta. Em se tratando de eleições, é indispensável considerar o número de votos e o que está por trás deles.

Uma parcela importante dos eleitores vota em troca de favores. Essa é forte. Isso explica porque, em geral, os médicos têm tanta força na política partidária. O sistema de saúde pública no Brasil é abrangente e por conta disso é precário, concorrido; entupido. Sendo assim, na maioria das vezes, para se conseguir uma consulta é preciso enfrentar filas longas nas calçadas. Então, se um médico político tira o sujeito da fila e presta um atendimento urgente, ele ganha muitos votos da família do paciente. Se for atencioso e fizer acompanhamento médico na casa do doente, aí ganha fã clube. Mas antes que alguém venha contestar esta minha tese, com a mão no peito feito ofendido injustiçado e olhos marejados, lembre-se que alertei que não devemos generalizar, apesar de que neste caso de médico político dá uma vontade danada de generalizar.

No contexto dos favores, tem a troca de votos por um monte de coisas, como material de construção e serviços em geral. Tem a oferta de empregos, incluindo nesta onda os CCs.

Outro fator que conta muito na corrida do voto é o religioso. Pastor evangélico tem força sobrenatural, basta olhar para qualquer parlamento do País para constatar esta realidade.

Resumo da bufa: médico, doador de coisas, empregador ou indicador de cargos e pastor evangélico estão entre os que se elegem.

A máquina administrativa tem força em eleições, muita força. De Mariana Pimentel a Londres, a máquina governamental aspira votos em tudo que é canto, pois tem blocos de CCs que na campanha eleitoral se transformam em cabos eleitorais.

Se você está acompanhando a minha análise até aqui já percebeu que não sobram muitos votos para disputar fora do campo minado dos interesses. Mas este segmento existe; minguado, mas existe.

Os que gritam

Nesta órbita eleitoral tem os que gritam. Cuidado com eles. Quem grita geralmente esconde interesses silenciosos.

88 Anos da Acigua

A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Guaíba (Acigua) foi fundada no dia 6 de julho de 1932. A entidade tem uma trajetória de 88 anos, marcada por grandes desafios e de contribuição para o desenvolvimento do Município.

Parabéns a nossa entidade empresarial, em especial àqueles que têm trabalhado intensamente, de forma voluntária, com o objetivo de mantê-la viva. Espero que, em breve, a classe empresarial da Aldeia se una pra valer para que a Associação ocupe seu espaço devido na comunidade. Vida longa à Acigua!

A Importância das Dicas

Em geral, não damos a devida importância para as dicas, mas sem elas o caminho seria bem mais espinhoso.

Na gastronomia, quanta dica importante que faz a diferença. Por exemplo, na hora de caramelar uma forma no preparo do pudim, deve-se colocar duas ou três gotas de limão antes da calda ficar pronta. Com isso, ela se torna mais líquida. Que dica!

Na hora de escolher um filme na Netiflix, sem dicas, ficamos escolhendo, escolhendo, tentando e tentando. É muito cansativo escolher filmes sem dicas na Netflix. Então, vejam o valor que tem a Editoria de Variedades da Gazeta Centro-Sul nesta pandemia, com muitas dicas de filmes. É claro que entra em cena neste caso o gosto de cada um, mas mesmo assim as dicas ajudam muito. Três dicas de séries bacanas: After Life; The English Game; e Fargo.

Na mecânica, usar sempre o mesmo tipo de óleo, não misturar óleo mineral com sintético.

Na pandemia, não devemos ficar assistindo telejornal dia e noite ou lives de espertos que comentam o que está por trás da pandemia. Não deixe que te assustem mais do que tu já estás assustado.

Poderia ficar escrevendo e escrevendo sobre o quanto as dicas são importantes na vida, mas vou seguir uma dica que recebi de um amigo numa mesa de bar lá na minha longínqua juventude: dica é indicação proveitosa e não insistência de chato.

Leitos de UTI

Na semana passada, divulguei informação da Tia Alaíde de que seriam instalados dez leitos de UTI em Guaíba. A notícia se confirmou: a inauguração acontece nesta terça-feira, 21, às 15h30, com a presença do governador Eduardo Leite.

Serão dez leitos de UTI e 30 leitos clínicos para tratamento de Covid-19. Após a pandemia, a Prefeitura informa que o Hospital seguirá aberto. A maternidade deverá ser aberta na sequência.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 17/7/20.

Últimas Notícias

A Prefeitura de Guaíba acusa os vereadores Claudinha, Collares e Miguel Crizel de invadirem o Hospital nesta sexta-… https://t.co/0fMlMA2Uts

Na tarde desta terça-feira, 21, acontece a inauguração dos dez leitos de UTI para tratamento de Covid-19 em Guaíba.

Kit Covid somente com receita médica em Guaíba. Confira na versão impressa.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados