Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Sexta-feira, 03 de abril de 2020

05/03/2020 - 15h56min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

Ano de Lambanças

Ano de eleições municipais é ano dramático, com explosão de interesses. Ano eleitoral na era das redes sociais é farra de notícias falsas; é lambança na veia.

Perfis falsos e de cabos eleitorais vão misturar apóstolos do apocalipse sedentos pelas tetas do poder com macacos de auditório que não querem perder a vaga.

E neste jogo alucinado de interesses haverá gêiseres de fake news por todos os lados, minuto a minuto. Santinhos do pau oco vão apontar seus dedos justiceiros movidos pela perspectiva de um gordo CC, enquanto adoradores do rei vão fazer de tudo para revelar o oco dos santinhos.

E quanto mais se aproximar o dia das eleições, mais e mais denúncias-relâmpago serão divulgadas. Coisas do arco da velha vão surgir das sombras na tentativa de impressionar e enfraquecer adversários. Este filme é antigo e entra em cartaz a cada quatro anos. Os trailers já começaram.

Os extremos vão se engalfinhar na luta pelo poder, mas no final das contas quem vai decidir será a maioria silenciosa. É sempre assim. A maioria silenciosa, que tudo observa sem se envolver no cabo de guerra dos interesses, é quem decide o jogo.

O toma lá dá cá tem sua influência neste jogo pesado, principalmente em sociedades pobres, tanto material quanto comportamental, mas esta estratégia não é suficiente para comprar a maioria silenciosa.

Collares e o Nepotismo Cruzado

Na semana passada, a Gazeta Centro-Sul divulgou, com destaque, a festa de filiação do Marcelo Maranata, que retornou ao PDT. Mas o que aconteceu essa semana foi tenso. Alguns militantes do PDT de Guaíba me procuraram para denunciar questões envolvendo o vereador João Collares (PDT) no que se refere aos seus critérios para nomear assessores. Vou me deter somente na questão que é fato comprovado, considerando o chamado nepotismo cruzado.

Com a saída de um assessor do Vereador Collares para assumir cargo na Prefeitura de Guaíba, nomeado por meio de concurso público, abriu uma vaga com salário de quase R$ 5 mil. Isso agitou os bastidores do partido em relação à sucessão da vaga e gerou questionamentos. Como se trata de critério do vereador, não há o que comentar relacionado a esta vaga por enquanto.

O que requer análise crítica neste contexto envolvendo CCs (dinheiro público) é o fato de a filha do Vereador Collares ocupar um cargo de confiança na Prefeitura de Eldorado do Sul, e a esposa do vice-prefeito de Eldorado do Sul ocupar um cargo de assessora do Vereador Collares na Câmara de Guaíba. Isso pode não ser ilegal, há controvérsia, mas para quem tem um discurso crítico, defendendo o bom uso do dinheiro público e tal, é ruim, muito ruim. Será que no PDT de Guaíba não há uma pessoa sequer, qualificada, para assumir uma assessoria no Gabinete do Vereador Collares? Me fizeram essa pergunta e eu não soube responder.

Diante da carga crítica que recebi de alguns militantes do próprio PDT de Guaíba, abri espaço para o contraponto. Por nota, o Vereador Collares disse que sua filha mora em Eldorado, que é militante do PDT de lá e que tem competência para o cargo que ocupa, sem a sua interferência. Ok. No entanto, o vereador esqueceu de explicar por que contratar a esposa do vice-prefeito de Eldorado do Sul para lhe assessorar na Câmara Municipal de Guaíba, o que gerou o fogo amigo.

Não era dengue

Em janeiro deste ano, teve um caso de suspeita de dengue em Guaíba, com laudo positivo de um laboratório particular, o que gerou lambança nas redes sociais. Essa semana, saiu o laudo oficial do Lacen, laboratório do Estado credenciado para este tipo de laudo: não era dengue.

Mina Guaíba

A Justiça Federal bloqueou a continuidade do processo de licenciamento da Mina Guaíba, aquela de exploração de carvão mineral que poderá ser instalada na nossa Região. Coisa tenebrosa.

O estudo de impacto ambiental está incompleto, de acordo com a Justiça. Acredito que este empreendimento tem muito mais contras do que prós. Além disso, segue na direção contrária do desenvolvimento sustentável. Se mineração de carvão fosse bom, a Região Carbonífera do RS não seria tão pobre.

Estado encolhendo na Educação

Na Educação, percebe-se um encolhimento nas escolas estaduais do RS. Em Guaíba, duas foram municipalizadas este ano e três registram número muito pequeno de alunos. Recebo a informação de que uma turma do EJA no Instituto Moura e Cunha fechou.

Passagem do Catamarã

Tenho dito e repito, o sistema de transporte hidroviário entre Guaíba e Porto Alegre é bom para o turismo na Aldeia, mas não para os trabalhadores; é muito caro. Ida e volta a Porto Alegre de catamarã custa R$ 23,90. Se forem duas pessoas, o gasto fica em R$ 47,80: bem mais do que ir de carro, apesar do preço da gasolina.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 29/2/20.

Últimas Notícias

Registrado oficialmente o primeiro caso de Covid-19 em um morador de Guaíba, na tarde desta quinta-feira, 2.

Comércio não essencial de Guaíba começa a operar pelo sistema de tele-entrega nesta quarta-feira, 1º.

Vacinação em casa para idosos acamados. Agendamento deve ser feito por familiares no posto de saúde do bairro.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados