Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Quinta-feira, 24 de setembro de 2020

28/01/2020 - 09h25min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

A Entrevista

Nesta edição, a Gazeta Centro-Sul apresenta uma entrevista com o Prefeito Sperotto. O chefe do Executivo de Guaíba ratificou promessas de muitas obras em 2020, justificou por que as principais ações ficaram para o último ano de governo e deu algumas explicações. Em geral, foi bem, o prefeito, mas quando tentou explicar a falta de fiscalização pisou na bola. Essa de a Prefeitura não poder estar em todos os lugares e de que o forte da Corsan não é asfaltar os buracos que abre foi de cair os butiás dos bolsos.


Confusão na SME

Na semana passada, a Coluna antecipou que a professora Janaina Macedo foi convidada pelo prefeito José Sperotto (cota pessoal) para assumir o cargo de assessora da secretária Virgínia Guimarães na SME. De acordo com a Tia Alaíde, o convite seria aceito e foi. Acontece que o prefeito não ponderou a questão da grosseria no início do seu Governo, quando a equipe da SME do Governo anterior foi enxotada, gerando uma mágoa muito forte. Não se enxota professores, essa é uma regra básica na Educação.

Diante da ferida não cicatrizada, o picles verbal inviabilizou a dobradinha. O que poderia ser um salto de qualidade na SME pifou.

A repercussão dramática do episódio, na Aldeia, deverá levar o cacique a refletir sobre os bastidores da Educação no Município. É preciso ressaltar que os bons resultados na Educação passam pela qualidade das direções das escolas e dos professores, de onde trovejaram recados importantes.

Questionei o prefeito sobre o solavanco que fez crescer cabelos brancos. Ele minimizou com elegância oca, dizendo que as duas professoras têm formas e ritmos diferentes de trabalho e tal, que gostaria que tivesse ocorrido uma sintonia melhor, mas que entende que faz parte de qualquer ambiente de trabalho.

Plano Diretor

O Plano Diretor de uma cidade é o conjunto de regras para a ocupação do território. Portanto, é muito importante. Faz dois anos que o Plano Diretor de Guaíba está sendo ajustado. Deu uma parada no meio do caminho para que se concluísse o Plano de Mobilidade Urbana. É preciso que ambos conversem.

A expectativa é de que o Plano Diretor ajustado, considerando a realidade da Aldeia, seja analisado e votado pela Câmara Municipal neste primeiro semestre de 2020.

Alvará Complicado

Leitor escreveu para contar que está tentando obter alvará para uma Microempresa Individual (MEI) em Guaíba, mas não está sendo nada fácil. O contribuinte disse que acessou os canais na Internet, mas, ao invés de solicitarem todos os documentos de uma única vez, a requisição é feita em conta-gotas. Tem mais. O pior da história é o fato de não conseguir contato com a Prefeitura por telefone para tirar dúvidas sobre o encaminhamento; ninguém atende o maldito telefone no setor. No site, falta o canal para os devidos esclarecimentos.

Resumo da bufa: em Guaíba, é muito complicado o contribuinte obter um alvará para MEI. O sujeito quer empreender, quer fazer a coisa certa, mas antes terá de trilhar um caminho bem espinhento. Lamentável.

Críticas à CEEE

Há muitos postes podres em Guaíba, muitos. E isso se confirmou no temporal de quarta-feira, com a queda de alguns. Além do perigo à população, o transtorno com as demoradas interrupções do fornecimento de energia elétrica é desesperador. É cruel.


A CEEE exige dos usuários postes especiais, dentro dos padrões, para ligar a luz, mas não tem o mesmo rigor com os postes em via pública sob a sua responsabilidade. Isso está errado, muito errado.

Em conversa com o representante da Defesa Civil de Guaíba, Rogério Souza, ele me disse que será enviado um ofício para a Diretoria da CEEE, pedindo providências urgentes para a substituição dos postes podres. Ele criticou a gerência da Companhia no Município pela inoperância.

A questão dos postes podres é tão grave, que um deles, que caiu na Chácara das Paineiras por estar com a base degradada, foi reutilizado. Os vizinhos registraram a utilização do poste podre. Caso de Polícia.

O problema da distribuição de energia em Guaíba é explícito. Basta olhar para cima e ver os emaranhados de fios. A CEEE é responsável pelos postes de transmissão, então, se as empresas de telefonia fazem lambança, e fazem, a responsabilidade é da CEEE, e da Prefeitura, que fecha os olhos para a esculhambação.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 18/1/20.

Últimas Notícias

Região de Guaíba se mantém em bandeira laranja no mapa de distanciamento controlado do RS.

Sete candidatos disputam a Prefeitura de Guaíba. Em Camaquã, são quatro candidatos. Ver edição impressa.

Sperotto (PTB) e Cleusa (MDB) mantêm união para tentar reeleição à Prefeitura de Guaíba.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados