Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Terça-feira, 17 de setembro de 2019

19/08/2019 - 14h28min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

Política Partidária e Ilusão

As pessoas que brigam por política partidária são as mais iludidas do tecido social; são patos de pescoço comprido como se dizia na minha juventude. Eu explico com exemplos aqui da Aldeia.

A maior liderança do DEM no Rio Grande do Sul é o Onyx Lorenzoni, atual chefe da Casa Civil do Governo Bolsonaro. O Onyx é amigo do prefeito de Guaíba, José Sperotto, são amigos de longa data. O Onyx ajuda Guaíba já faz tempo, com emendas parlamentares, tanto que já recebeu o título de Cidadão Guaibense, proposto pelo vereador Manoel Eletricista em 2014.

O Onyx é do DEM, o mesmo partido da vereadora Cláudia Jardim, que apesar de ter iniciado na base aliada do Governo Sperotto, indicando inclusive a secretária de Administração, se tornou uma das maiores críticas do atual Governo. Essa mudança se consolidou com mais intensidade no episódio do escândalo de 2018, com a Operação do MP, envolvendo secretários e vereadores, como todos sabem de traz pra frente. Acontece, que um dos secretários do Governo Sperotto afastado na Operação do MP, cujo drama segue sem conclusão, foi o da Fazenda, Leandro Jardim, que era justamente o presidente do DEM em Guaíba. E, apesar dos pesares, ainda tem filiados do DEM trabalhando como CC no Governo Sperotto.

Resumo da bufa: em Guaíba, o DEM é oposição e situação ao mesmo tempo. Isso acontece também com o PDT. Oficialmente, o PDT é oposição, principalmente na Câmara de Vereadores, mas há filiados do PDT que apoiam o Sperotto. E assim segue com outros partidos nanicos, conforme já divulguei aqui na Coluna.

Citei os exemplos acima para justificar minha tese antiga: as pessoas que brigam com amigos e parentes por causa de partidos e de políticos são iludidas; patos de pescoço comprido.

Mas não jogue a toalha. Siga lendo.

Esquerda e Direita

Já que falei de ilusão na política partidária, aí vai outra, a maior de todas. A esquerda e a direita são a mesma coisa, mesma. São correntes políticas lideradas por ditadores dissimulados, que fazem lavagem cerebral nas massas e aparelham o Estado para se manterem no poder, com privilégios para suas cúpulas. As estratégias são iguais.

A cúpula do PT foi flagrada no maior roubo de dinheiro público e de esperança da história. O Bolsonaro se elegeu por conta dessa revelação, além de prometer implantar a nova política. Só que não. O Bolsonaro não para de dizer e publicar bobagens diariamente e se revela o pai da velha política, indicando um filho com qualificação duvidosa para embaixador dos EUA e tentando esconder as falcatruas do outro filho na Assembleia Legislativa do RJ. Enquanto isso, os iludidos “mortadelas e coxinhas” seguem brigando feio nas festas de aniversário e nas redes sociais.

Acredito que o Brasil só vai avançar de verdade quando a maioria do povo trocar a briga por partidos e políticos desalmados pela boa briga das ideias e da honestidade. Se um dia isso acontecer por meio dos partidos, melhor. Mas será preciso zerar o formato atual.

Para trocar de briga é preciso descartar os dedos justiceiros e duvidar dos discursos perfeitos, principalmente nestes dias em que as falas são forjadas por algoritmos. Um bom começo é observar os exemplos e a coerência dos agentes políticos.

Dados do MEC

Em média, um professor de universidade federal recebe salário de R$ 20 mil para 8 horas-aula semanais. Um professor do Ensino Fundamental recebe R$ 2 mil para 20 horas semanais.

Corrupção Organizada

Impressionante como bandos da corrupção estão articulados para derrubar a Lava-jato. A mesma coisa aconteceu na Itália há alguns anos.

A corrupção é um veneno entranhado na sociedade e quando o andar de cima começa a ficar vulnerável, forças poderosas se unem nas sombras, conforme está acontecendo no Brasil.

A Delegada

A delegada Karoline Calegari, que recentemente assumiu a DP de Guaíba, é da mesma escola do delegado Rafael Pereira, um dos mais atuantes delegados que já passaram por Guaíba. Entre as prioridades anunciadas, está a elucidação de homicídios.

Em Guaíba, se mata guri como barata em via pública; banalizou. Logo vem o clichê: envolvimento com o tráfico de drogas. E aí? Elucidar homicídios contribui para inibir esta prática criminosa.

Carla Vargas no SINE

Conforme a Tia Alaíde anunciou em março deste ano, a Carla Vargas assumiu a agência do SINE de Guaíba. O Vereador Campeão segue com prestígio em alta no PTB e no Governo Estadual.

MDB segue com PTB

Caciques do MDB de Guaíba estão mobilizados para manter o casamento com o PTB na Aldeia, rumo às bodas de ouro. No dia 24, haverá eleição para eleger o Diretório Municipal. Segundo a Tia Alaíde, deverá se confirmar chapa única para a Executiva, com Rogério Souza na presidência, Maneca Stringhini e Chacrinha de vice.

Acidente em SC

Nessa sexta-feira, 16, recebi a informação de que o genro de Selito Carboni, secretário de Meio Ambiente de Guaíba, morreu num acidente de trânsito em SC. A filha do secretário e o neto estavam no carro, mas se salvaram e passam bem.



Leandro André

[email protected]

Publicado em 17/8/2019.

Últimas Notícias

Ex-secretário de Saúde de Guaíba, Itamar Costa, faz desabafo. Confira na versão impressa da Gazeta de sábado, 14.

Nesta quinta-feira, 12, iniciam as atividades culturais dos festejos farroupilhas no Parque Coelhão em Guaíba.

A Câmara Municipal de Guaíba realizou sessão solene na noite de quarta-feira, 11, para homenagear a Imprensa local.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados