Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Tera-feira, 25 de junho de 2019

03/06/2019 - 14h18min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

Um Túnel de Histórias

Paredes de livros num túnel de histórias. Lá no fundo, um palco de luz e de música, onde narrativas se movimentam e saltam invocando emoções.

Acomodadas em estações ou atuando no palco de gente colorida e de cabelos grandes, as histórias envolvem pessoas, animais e plantas, transportando todos para lugares diferentes, cada um mais incrível que o outro.

E, ainda, em pequenas varandas, folhas e mais folhas de informações à espera de olhos para esvoaçarem no vento da ascensão.

Neste túnel cheio de casinhas habitadas por pilhas de livros que celebram a exposição, há recantos onde os autores aparecem pra conversar e as crianças se transformam em personagens.

Entre o chão de paralelepípedo e o céu de lona, a atmosfera encantadora mistura letras que formam palavras, frases, textos e livros. E se juntam com bonecos, gravuras, fotos, professores, estudantes, pais, tios e avós. Crianças, jovens e adultos seguem juntos em direção a portais de muitos mundos.

Este túnel mágico que surge entre o verão e o inverno, há 30 anos, é a Feira do Livro de Guaíba. O túnel voltou e a passagem está aberta para quem quiser viajar.

Transporte Coletivo

Essa semana, teve audiência técnica promovida pela Assembleia Legislativa, em Guaíba, na qual houve debate sobre o transporte coletivo nestes tempos de transformação. Ver matéria nesta edição.

Não são somente os meios de comunicação que estão mudando, os meios de mobilidade também. Serviços por aplicativos se juntam a bicicletas, patinetes e carros de desempregados, competindo com o transporte público tradicional.

A passagem do transporte coletivo é cara no Brasil, porque o modelo está ancorado no passado sob as mãos pesadas da burocracia e da carga tributária. Além disso, há distorções que precisam ser vencidas, mas para isso é preciso transcender o palanque político.

A Bomba no Colo

De vez em quando vejo o prefeito de Guaíba, José Sperotto, dizendo que uma bomba do governo passado caiu no seu colo, para justificar problemas que começaram lá atrás e precisam de solução.

Nenhuma bomba cai no colo dos gestores públicos; eles se oferecem para desativar bombas e são eleitos para isso.

Quando o prefeito fala em bomba do governo anterior, além de desrespeitar o seu partido, parece não reconhecer que está há três anos à frente do governo.

Nesta questão do IPTU, por exemplo, os ajustes foram exigidos pelo TCE, foi feito um estudo técnico de dois anos para definir a nova planta genérica de valores, a Câmara de Vereadores aprovou e o Tribunal de Justiça do RS entendeu que é constitucional, determinando a sua aplicação imediata. Portanto, não tem bomba do governo anterior no colo de ninguém. Há distorções pontuais que precisam ser corrigidas pelo governo atual, conforme está sendo feito. E se há suspeita de irregularidades, que sejam investigadas.

Feriado Ponte

A criatividade do brasileiro vai longe. Essa semana, durante entrevista com a secretária de Educação de Guaíba, Virgínia Guimarães, eu descobri que existe uma modalidade esquisita de feriado na Aldeia: um tal “feriado ponte” (ver matéria nesta edição). É o seguinte, quando o feriado cai numa terça ou quinta-feira, o dia “útil” do meio é chamado de feriado ponte pela SME.


Dia 20 de junho, Corpus Christi, cai numa quinta-feira, então adivinha o que vai acontecer na sexta-feira, 21? Isso mesmo, feriado ponte. Forte, essa!

Havan em Guaíba

A Tia Alaíde veio me contar, emocionada, que está confirmada a implantação de uma loja da Havan em Guaíba. Disse que estava num restaurante em Camboriú, Santa Catarina, quando escutou um careca conversando com amigos na mesa ao lado. Ele teria dito que havia fechado o arrendamento de um terreno, por 20 anos, para instalar uma loja da Havan na Avenida Nestor de Moura Jardim, em Guaíba, ao lado de um posto de combustíveis. Quando o careca percebeu que a orelha da minha tia estava quase no seu ombro, parou de falar.

O Preço da Gasolina na Aldeia

Leitor me enviou mensagem, questionando sobre o preço da gasolina em Guaíba. De acordo com uma pesquisa que fez, aqui na Aldeia o litro da gasolina comum custa quase R$ 0,50 a mais do que em Canoas, logo ali. Opa!

O leitor ressaltou que é importante considerar que todos os postos de Guaíba têm caminhão tanque para buscar o combustível na refinaria. Fiquei com a pulga atrás da orelha. Vou apurar.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 1/6/2019.

Últimas Notícias

Espetacular a exposição de carros antigos que acontece neste domingo no Centro de Guaíba. Evento segue até as 17h.

Tiro na Câmara de Vereadores de Guaíba. Confira na versão impressa.

Secretário de Mobilidade Urbana de Guaíba, Alex de Oliveira, foi demitido depois de seis meses no cargo.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados