Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Sexta-feira, 18 de outubro de 2019

20/05/2019 - 14h00min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

Efeito Bolsonaro

Durante a campanha eleitoral, o Bolsonaro prometeu liberar a posse e o porte de armas, tanto que o símbolo adotado foi o gesto das duas mãos imitando pistolas e... pá pá pá! Ele prometeu, também, focar na Educação Básica, transferindo recursos das universidades, além de bater no PT. Tá cumprindo.

O Bolsonaro foi esfaqueado durante a campanha eleitoral e todas as barbaridades que ele disse durante a sua vida de parlamentar foram reproduzidas à exaustão pelos grandes meios de comunicação e pelas redes sociais enquanto ele gemia de dor na cama. Mas, apesar de toda a exposição negativa, o Bolsonaro foi eleito presidente do Brasil. Não teve golpe, não teve dúvidas; foi tunda.

Ao contrário do que muitos “especialistas” afirmam, não foram as redes sociais que elegeram o Bolsonaro, mas a parte da esquerda que enganou, que desviou caçambas de dinheiro público e que roubou a esperança da maioria do povo. A parte da esquerda que não se corrompeu fez avaliação na volta do umbigo, não percebeu o tamanho da frustação da classe média, que paga a conta, e focou em questões fora do eixo das preocupações urgentes. As pessoas preocupadas com a violência generalizada e com o desemprego, enquanto intelectuais de araque focavam com tudo na questão dos gays, por exemplo, como se esta fosse a preocupação maior da população. Resumo da bufa, a esquerda elegeu o Bolsonaro.

Os inimigos do Bolsonaro não dão trégua. A carga é pesada e intensa. Verbas e cargos foram cortados e organizações importantes enfraqueceram, o que fez aumentar a pressão. Acontece que, não bastasse a fúria dos derrotados, o Bolsonaro, seus filhos, o PSL e um louco nos Estados Unidos disputam o protagonismo da lambança, trovejando ataques.

Enquanto isso, o mantra da Reforma da Previdência ecoa forte em todo o País. Dizem a cada minuto que sem a tal Reforma da Previdência, como foi proposta, o Brasil não anda. Não há explicação detalhada, clara, de forma didática, sobre a Reforma da Previdência, apenas afirmações incontestáveis. Então, a economia está estacionada, esperando a tal Reforma, como se fosse a única causa do déficit e de todos os problemas, abafando os efeitos letais da corrupção e da agiotagem oficial do sistema financeiro.

Educação no Brasil

Tenho dito e escrito há bastante tempo que o problema da Educação no Brasil não é falta de dinheiro, é de gestão. O orçamento do MEC é milionário e os resultados são miseráveis. A conta não fecha. O Bolsonaro pode se comportar muitas vezes como troglodita, mas os péssimos resultados da Educação não têm nada a ver com ele e com seu Governo, que recém está iniciando.

Se colocarem luz na contabilidade do MEC e das universidades, a minha tese de que o problema da Educação no Brasil não é de falta de dinheiro vai reluzir.

Espero que o Governo Bolsonaro consiga entender que a campanha acabou e passe a governar pra valer. Eu não aguento mais trabalhar somente para pagar as contas e dar graças a Deus por isso.

O IPTU da Aldeia

Tenho acompanhado esta questão do aumento do IPTU de Guaíba desde o estudo para a nova planta de valores, lá em 2013, passando pelas audiências públicas vazias até hoje.

Há distorções nesta mudança de sistema e isso é evidente. O Governo atribui a problemas pontuais na migração de dados do programa da empresa que fez o trabalho para o da Prefeitura.

Percebo que as distorções não atingiram a população em geral, os bairros estão quietos. No entanto, como o aumento significativo atinge o comércio da área central da Cidade, pode se refletir de forma negativa na economia local; a economia não funciona separada em caixinhas independentes.

Como a planta genérica de valores, que serve de base para calcular o IPTU, estava desatualizada desde 1989, o valor venal dos imóveis estava defasado, o que deixava o IPTU relativamente barato. A mudança radical de um ano para o outro, em meio a uma crise econômica no País, é que complicou.

O Imóvel do Prefeito

Recebi uma denúncia dando conta que um imóvel pertencente ao Prefeito Sperotto, localizado na Rua São José com a Cônego Scherer, no Centro, teria tido um acréscimo pífio no IPTU, apesar do local nobre, e que os pontos de padronização do referido imóvel tinham sido zerados este ano. Fui apurar.

Perguntei sobre este caso aos servidores da Comissão Revisora da Prefeitura, que estão debruçados nos processos administrativos. Eles me explicaram que a questão da pontuação foi zerada para todos os imóveis com a nova planta de valores, que usa outros critérios, conforme exemplificaram. O importante é que, segundo os servidores, a medida foi para todos.

Os membros da Comissão admitiram que, ao reverem diversos casos de imóveis no Centro, constataram algumas distorções geradas durante a migração de dados do programa da empresa para o da Prefeitura, sendo um deles o do referido imóvel do prefeito. Eles garantiram que os mesmos foram corrigidos no dia 18 de abril, conforme ficou registrado no sistema.

O Maranata anunciou na Câmara que iria acionar o MP para fazer denúncias graves. Vamos acompanhar.

Publicações Legais na Gazeta

A Gazeta Centro-Sul faz publicações legais da Câmara Municipal de Guaíba e da Prefeitura. Isso acontece porque a Gazeta participou das licitações para prestar estes serviços e venceu. A participação em licitações depende de a documentação estar em dia, a empresa precisa ter todas as certidões negativas, além de alvará de localização e demais registros legais. A Gazeta tem a sua documentação em dia; participou dos processos licitatórios, inclusive de pregão eletrônico, no caso da Prefeitura.

Entendo que é importante ressaltar esta questão em respeito aos leitores, que precisam saber que publicações de órgãos públicos em jornal não estão vinculadas à vontade ou simpatia dos gestores públicos, mas a questões legais, cujos processos são públicos e a fiscalização é rigorosa.

Às vezes, quando falta competência e honestidade, há quem use da estratégia de tentar confundir e difamar na ilusão da possibilidade de crescer pisando nos outros. Mas, como dizia a minha avó, a conta sempre vem, tanto para quem faz o bem como para quem faz o mal.

O Site da Gazeta

E já que estou falando na Gazeta, quero anunciar que o nosso novo site vai entrar no ar em junho; ainda estamos ajustando os detalhes.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 18/5/2019.

Últimas Notícias

Na edição impressa deste sábado, 19, detalhes sobre o projeto viário a ser executado em Guaíba.

EmpregarRS oferece mais de 3 mil vagas no RS nesta sexta-feira. https://t.co/yP30gMpcyG.

Criminosos queimaram ônibus em Guaíba na tarde de segunda, 14. Eles alegaram retaliação contra ações da BM. Ninguém ficou ferido.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados