Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Tera-feira, 23 de julho de 2019

01/04/2019 - 13h58min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

Dá uma folga, Dona Olga!

Na noite deste sábado, 30 de março, e madrugada do domingo, teve carnaval na Beira, em Guaíba. Faltou dinheiro para organizar a festa popular na Avenida Nestor de Moura Jardim, com aquela estrutura profissional, com arquibancadas e camarotes. Então, a Setudec e os carnavalescos da Aldeia decidiram não deixar a festa morrer e trabalharam duro para fazer o que estão chamando de Mostra Competitiva da Cultura Popular.

A Brigada Militar novamente deu apoio total para manter a segurança pública, o que é muito importante.

Apesar de não oferecer aquela infraestrutura de anos anteriores, a organização do evento preparou o ambiente para garantir uma grande confraternização popular.

Foi uma festa bacana, com muita diversão e paz. A população de Guaíba está precisando de alegria. É muita lambança e verborragia azeda despejadas de balde pelas redes sociais; muito ronco de moralistas, ladainhas compridas de santinhos do pau oco; muita distorção de prioridades e muitos problemas de cabeça branca.

Dá uma folga, Dona Olga! Dizíamos isso, eu e meus amigos, quando éramos jovens e queríamos comemorar qualquer coisa bebendo bastante cerveja em encontros de gurizada na garagem-salão da casa do Miranda. Sua mãe, a Dona Olga, estava sempre por perto bisbilhotando e controlando a beberagem. Dá uma folga, Dona Olga! Bramia o coro juvenil.
Estamos precisando de recreio em Guaíba e no País como um todo, de uma folga do ranço e do matraqueado dos donos da verdade.

O carnaval não vai abafar os problemas da Aldeia, não vai resolver problema algum, não vai garantir boa gestão pública nem colocar a casa em ordem. Nada disso.

Foi apenas uma festa das boas, de muita risada e saracoteio, mesmo para os de cintura dura como eu.

E quem não gosta de carnaval ou de comemoração popular: “Dá uma folga, Dona Olga!”

Relatório do Observatório Social

Na noite de segunda-feira, 25, na Câmara Municipal de Guaíba, foi realizada a posse dos novos conselheiros do Observatório Social e apresentado o relatório do último quadrimestre de 2018, com avaliação das contas da Prefeitura, conforme a Gazeta Centro-Sul antecipou na semana passada.

Novamente, o Observatório Social destacou discrepância de preços em algumas licitações na Saúde. Tá difícil!

A Cobrança de Xandão

O Vereador Xandão (PDT) assumiu temporariamente no lugar de João Collares na Câmara, que se afastou para fazer um curso. E mandou brasa na tribuna, conforme eu previ.

O Xandão apresentou requerimento questionando o que chamou de paralisia do Governo Sperotto, que não se sustenta com o discurso da falta de dinheiro.

De acordo com levantamento feito pelo vereador, com dados do TCE, em 2018, Guaíba teve superávit de R$ 14 milhões na arrecadação. No entanto, ao deixar de fazer repasses da alíquota suplementar ao Guaibaprev (cerca de R$ 15 milhões), teria gerado uma multa de R$ 1,5 milhão ao Município. A dívida está sendo paga em parcelas com a multa incluída.

O Orçamento de Guaíba, em 2018, foi de R$ 223,6 milhões e foram arrecadados R$ 242,6. No ano passado, Guaíba registrou o maior crescimento de receita de todos os municípios do RS, que reflete neste ano, com o Orçamento dando um salto para R$ 324 milhões em 2019 (conforme LOA do Executivo). Deste total, é preciso retirar 30% para o Guaibaprev e o repasse para a Câmara Municipal (até 7%, mas o Legislativo abriu mão e deve ficar em R$ 11 milhões). Sobram cerca de R$ 215,8 milhões, mais a diferença de alíquota de ICMS, que se manteve em 19% (a previsão era baixar para 18%) e o aumento da arrecadação com IPTU, R$ 8 milhões, a previsão de receita para a Prefeitura para este ano chega aproximadamente a R$ 230 milhões. Resumo da ópera, dinheiro tem.

O Sapo Enterrado

E por falar nas cobranças do Vereador Xandão, quando este criticava com dramaticidade a falta de novos empreendimentos na Cidade nos últimos anos, o Vereador Campeão pediu aparte para lembrar que o PT (ex-partido do Xandão) havia mandado a Ford embora pra Bahia e enterrado um sapo no terrenão. O Xandão ficou atarantado com a cobrança inesperada.

Estátuas Esquisitas

Bacana homenagear pessoas importantes, que fizeram a diferença com seus feitos relevantes, erguendo estátuas a elas, mas também é arriscado.

As estátuas do Fernandão, no Beira-Rio, e do Renato, na Arena, são muito esquisitas. A do Fernandão tem o corpo desproporcional e parece que ele está com falta de ar. A do Renato tem corpo de guri bailarino com a cabeça da Hebe. Como disse o poeta Mario Quintana, ao recusar um busto de bronze em sua homenagem: “Um erro em bronze é um erro eterno”. Pois é.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 30/3/2019.

Últimas Notícias

Professor Bosco (PL) assume a cadeira de Juliano Ferreira na Câmara Municipal de Guaíba.

Vereador Juliano Ferreira (PL) assume a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Guaíba.

Leandro André fala sobre a Casa da Mãe Joana.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados