Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Quinta-feira, 28 de maio de 2015

25/05/2015 - 09h40min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

Os Impactos da Fábrica

Todos na Aldeia sempre souberam dos impactos ambientais de uma fábrica de celulose. O projeto de ampliação da Celulose Riograndense, em Guaíba, teve a aprovação da população, pelo menos da maioria. Agora, não cabe mais discutir se a fábrica deveria ou não ter sido ampliada, como pregam alguns com dez anos de atraso.

O importante neste momento é ficarmos vigilantes e exigirmos que as promessas de tratamento de efluentes e resíduos com tecnologia de ponta sejam cumpridas.

O vazamento de dióxido de cloro que aconteceu nessa semana serve de alerta sobre a importância da vigilância da comunidade e do comprometimento do empreendedor com a sociedade. A empresa argumenta que está em fase de ajustes e tal. Muito bem, mas acontece que mesmo em fase de ajustes a prioridade deve ser a segurança da população.

Não vejo razão para sensacionalismo, mas também não vejo razão para aprovação “incondicional” do projeto em questão. A aprovação lá atrás sempre dependeu de condições. Vigilância, transparência e comprometimento, três ações importantes nesta hora.

Ladrão por Tabela

Quem compra celular, TV ou qualquer equipamento bem barato, sem conhecer a procedência, pode ser um receptador, um ladrão por tabela. O pode ser a que me refiro significa 99% dos casos.

O bandido não rouba ou furta para usar todos os equipamentos e produtos que rouba. Geralmente, ele vende para comprar drogas ou para viver sem trabalhar. Então, se não houvesse tanta receptação, o número de crimes seria bem menor. É forte, mas é a realidade.

Na Porta do Bonde

Um pai, uma mãe, uma avó ou um avô, de verdade, sabe se os seus filhos e netos estão se envolvendo em grupos perigosos. As atitudes, as roupas, os olhos; há muitos sinais indicando quando o jovem está na porta de um bonde brabo ou já entrou nele. Encarar a realidade é o primeiro passo para mudar a viagem da gurizada.

Assistência Social

O Projari de Guaíba faz um trabalho importante e verdadeiro de assistência e inclusão social. As Irmãs de São José trabalham, correm atrás de recursos para ajudar centenas de jovens em situação de risco. Os resultados são visíveis em concertos de violinos, em apresentações de danças, em competições esportivas, em autoestima elevada na periferia.

Assistência social é muito mais do que dar refrigerantes, lanchinhos e fazer festinhas para pobres. Muito mais. Assistência social é Projari. As lideranças da Aldeia deveriam refletir mais sobre isso. Deveriam ajudar mais as Irmãs, também.

Sobre Segurança Pública

Na década de 1990, a cidade de Nova York, nos Estados Unidos, era muito violenta. Muito. Então, as autoridades se reuniram, refletiram de verdade sobre o problema, e decidiram colocar mais policiais nas ruas e decretar tolerância zero à bandidagem, com estrutura para tirar os bandidos de circulação e oferecer oportunidades de inclusão social. Depois disso, Nova York se tornou uma das cidades mais seguras dos EUA. Simples.

Aqui no Brasil, o problema com a falta de segurança só aumenta, por dois motivos básicos: corrupção, que some com o dinheiro público, e muito blá-blá-blá. Ah, tem também a receptação em alta, conforme citei acima.

Trânsito em Guaíba

O Luís Vargas está assumindo a Secretaria de Mobilidade Urbana no pacotinho de mudanças do Governo Henrique Tavares. Ele não é técnico, é político, e como tal deve conhecer a sua aldeia e trabalhar para melhorar o que está ruim, com ênfase na sua área de ação. O trânsito de Guaíba está ruim e o Catega terá de agir.

Na Rua São José, só para citar um exemplo, em horários de grande movimento, os carros simplesmente não andam de tantas faixas de segurança, sendo que muitas delas fora de lugar. O que dizer daquele sistema de semáforo na esquina da Rua 20 de Setembro com a São José?

Senador no Limite

Conversei rapidamente com o Senador Paim, que esteve em Guaíba nessa sexta-feira. Ver matéria nesta edição. Ele está envolvido numa briga danada contra a Lei da Terceirização e contra o fator previdenciário. O Paim é coerente e isso significa bater de frente com o governo do seu partido, o PT. “Defendo causas, não se trata de ser a favor ou contra o governo”, ressaltou. Percebi, no discurso do senador, que seu tempo no PT está acabando.

Patrimônio Histórico

Repercutiu forte a matéria da Gazeta sobre a necessidade de Guaíba preservar seu patrimônio histórico. A secretária Cláudia Mara prometeu apresentar trabalho nesse sentido na próxima reunião do Compahc, no dia 2 de junho. Vamos acompanhar. Chega de ficarmos resmungando enquanto os prédios de valor histórico são demolidos.

Leandro André

[email protected]

Publicado em 23/5/15.

Últimas Notícias

A BR-116 Sul está totalmente bloqueada nos trechos em Barra do Ribeiro e Tapes. Água invadiu a pista devido a chuva intensa na Região.

Chuva intensa provoca alagamentos nos bairros Cohab e Santa Rita. Acúmulo de lixo no valo de drenagem dificulta o escoamento da água.

No sábado, dia 30, será realizado o tradicional evento ecológico da Toyota, no Parque da Juventude, Centro de Guaíba. Entrada Gratuita.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2015 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados