Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Terça-feira, 23 de setembro de 2014

22/09/2014 - 09h51min

Leandro André

Compartilhar no Facebook

enviar email

A Família Leão

Neste momento em que comemoramos o legado da Revolução Farroupilha, quero registrar minha homenagem à Família Leão.

Desde que Pedro Leão chegou a Pedras Brancas, em 1923, sua família vem contribuindo sobremaneira com a valorização da história desta terra, principalmente no que se refere à Revolução Farroupilha. Seu filho, o médico Gastão Leão, conservou a Casa de Gomes Jardim e enalteceu o que aconteceu nela, passando esse valor e o comprometimento ao filho Gaston Leão, e este, aos seus filhos.

Se não foi possível preservar todo o conjunto arquitetônico da propriedade de Gomes Jardim, a casa principal da Estância das Pedras Brancas, onde tudo começou, está inteira e restaurada. E isso graças à Família Leão.

Admitindo-se a hipótese dos proprietários terem vendido o imóvel para a construção de um prédio de apartamentos, teriam conseguido um bom dinheiro, considerando o local privilegiado. No entanto, se isso tivesse acontecido, o patrimônio histórico teria ido para as nuvens e o relevante cenário, hoje, apenas flutuaria na imaginação. Essa é a verdade. Não é preciso voltar muito no tempo para comprovar o que estou dizendo. Há algumas décadas, a conscientização sobre a importância da preservação de prédios históricos praticamente não existia neste País de memória anêmica. Se atualmente, com a legislação e o forte apelo preservacionista, são poucos os que realmente se preocupam com o patrimônio histórico e cultural, no passado não muito distante essa preocupação era tão rara quanto um filhote panda.

A Casa de Gomes Jardim está preservada, tombada e restaurada, e os seus proprietários são os principais responsáveis por isso. A atenção dessa família se estende ao Cipreste Farroupilha e à história do Município.

Este é um momento especial para lembrarmos e enaltecermos a luta dos farroupilhas. E neste contexto, esta Coluna registra a importante contribuição da Família Leão.

Recebi, na manhã dessa sexta-feira, 19, um telefonema da historiadora Miriam Leão, comunicando o falecimento de sua avó Cora, aos 98 anos. Corinha, como era conhecida em Guaíba, foi esposa de Gastão Leão. Uma data emblemática para ela se reencontrar com o marido.

..............................................................................................

A Vereadora Continua

Um mandado de segurança mantém a vereadora Cláudia Jardim (PROS) na ativa.

Na semana passada, o presidente da Câmara Municipal de Guaíba, Alex Medeiros (PP), determinou que a vereadora fosse afastada, em licença-maternidade, mas Cláudia se recusou, alegando que é possível conciliar o trabalho com a atenção ao filho, que nasceu no dia 31 de agosto. Esta polêmica eu antecipei aqui na Coluna na edição do dia 6 de setembro. Como não houve acerto entre as partes, a vereadora recorreu à Justiça para continuar trabalhando.

O suplente do cargo é Orassi Orestes (PP), do mesmo partido do presidente da Câmara. Forte, essa.

Lambança Semanal

Na última sessão da Câmara Municipal de Guaíba, o Vereador Sarrafo (PTB) foi à tribuna e fez discurso pesado contra o vereador Jonas Xavier (PROS). Foi coisa medonha. Sarrafo ficou indignado com a crítica de Jonas sobre um curso que ele fez, junto com o Vereador Miguel (Solidariedade), em Santa Catarina.

As agressões verbais estão banalizadas na Câmara. Todas as semanas tem lambança.

Desfile Minguado

É impressionante como a cada ano que passa o Desfile Cívico de Guaíba encolhe. Nesta edição, foi o menor de todos os tempos. A Secretaria Municipal de Educação tem que avaliar melhor e identificar o que está acontecendo. Se continuar minguando, logo vai acabar.

Mais um Anúncio

Essa semana, mais um anúncio de intenção de investimento em Guaíba. Desta vez, trata-se da implantação de um campus do Instituto Federal de Educação. Uma instituição importante, que promove cursos técnicos, de graduação e de pós-graduação.

A ideia é criar um polo educacional regional em Guaíba, juntando o Instituto Federal, a Uergs e a Escola Dr. Solon Tavares.

Durante a implantação do Instituto, prometida para os próximos meses, a Uergs deverá ser transferida para as dependências da Escola Solon Tavares.

Eu torço para que o anúncio da semana se realize, pois será muito importante para Guaíba e Região, mas antes de sair comemorando, vou aguardar acontecer na prática.

Leandro André

leandro.andre.gazeta@gmail.com

Publicado em 20/9/14.

Últimas Notícias

Troca de Comando no CRPO-CS da Brigada Militar.

Instituto Federal de Educação deverá ser instalado em Guaíba.

Com bom público no Coelhão, no sábado, 20, AGF goleia ASIF por 5 a 1 e assume a liderança na Série Prata de Futsal.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2014 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados