Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Segunda-feira, 25 de maio de 2020

20/04/2020 - 09h35min

Espaço do Sim

Compartilhar no Facebook

enviar email

Estamos preparados para morrer?

Esta epidemia do COVID-19 está nos colocando em frente a possibilidade de morrer ou de ter alguém próximo fazendo esta passagem. Curiosamente, esta é a única certeza humana e ponto de convergência inequívoca para todas ideologias e culturas. Todos vamos morrer. E existe uma preparação?

O filosofo grego Platão afirmava que uma das funções da filosofia era para que aprendamos a morrer. Ela afirmava que a alma deve governar o corpo, e não o contrário. O homem seria constituído basicamente de três partes: corpo, mente/alma e espírito. Pegando uma carona na tradição Cristã que afirma – Eu e o Pai somos um (João 10-30) dá uma ideia da possibilidade da união da divindade no homem com o Divino em si, com Deus, com o Criador. Ou aproveitando o pensamento de outro cristão, Teilhard de Chardin, - Não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, somos seres espirituais vivendo uma experiência humana. Então começamos a perceber uma nova perspectiva para o morrer, no sentido de continuar um processo de movimento em direção a fonte da Vida. Sim, estou sugerindo uma possibilidade de reencarnação, que significa sucessivos retornos de experiência através do corpo, até que este corpo seja totalmente guiado pela mente/alma em direção a cumprir as leis do amor divino com a fusão com o “Pai”.


Estamos recebendo uma pressão muito grande com notícias que trazem o medo de morrer. Tanto, que a economia, esta área tão relacionada ao nosso instinto de sobrevivência material, está sendo tão destacada.


Desculpem a pergunta meio sem noção, mas sobreviver basta? Podemos Viver? Que tipo de sociedade queremos? É interessante lembrar que a ciência tem uma natureza materialista. Não vai além desta manifestação tangível da vida. E de certa forma, as visões de economia tanto da esquerda quanto da direita tem uma orientação materialista também.


Importante observar que o amor, que permeia quase todas religiões e filosofias é o que está sendo exaltado e fortalecido neste momento, em ondas de solidariedade, cooperação, de atenção ao todo, à grande vida que une tudo e todos. Temos uma chance civilizatória rara de elevação de valores sobre a vida coletiva.


O espaço do texto acabou. Queria desenvolver mais. Apenas estímulo para que se deem a permissão para pesquisar o além morte. Preparem-se! A vida ganha muito mais significado.


Votos de saúde, paz, discernimento, solidariedade, amor e vontade de expandir a perspectiva para um mais profundo Sim à Vida! Abraços!



Joaquim Mello

[email protected]

Publicado em 17/4/20.

Últimas Notícias

Unidades do Super Paulinho, interditadas na quarta, 20, pela Vigilância em Saúde, foram liberadas neste sábado, 23.

Registrada a primeira morte por Covid-19 de um morador de Guaíba na noite desta quinta-feira, 14.

Na noite de quarta-feira, 13, foram confirmados 22 casos de Covid-19 em Guaíba.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados