Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Terça-feira, 20 de outubro de 2020

28/09/2020 - 09h12min

Editorial

Momento de Reflexão

Compartilhar no Facebook

Durante os períodos de campanha eleitoral, como este que está começando, o teatro da manipulação se intensifica na caça ao voto. Neste contexto, muitas pessoas vão às redes sociais para se manifestarem num torneio de achar sem procurar e de julgar sem fundamentar. O momento é de reflexão.

A contradição se apresenta quando os debates políticos são ampliados. É tema recorrente, nos quatro cantos do País, que basta de corrupção, pois ela é responsável pelo desequilíbrio social, o que é verdade. No entanto, nas redes sociais, onde a crítica é pesada, o que mais se vê e se ouve são fake news, exemplo explícito de corrompimento.

Os problemas sociais não são resolvidos com exposição de ideias moldadas em bastidores, por marqueteiros, a fim de agradar os eleitores, tampouco por meio da crítica ácida focada em derreter currículos. Os problemas sociais começam a ser resolvidos quando enfrentados com responsabilidade e projetos viáveis.

É comum, em campanhas eleitorais, candidatos a vereador(a) prometerem coisas que não são da competência do Legislativo. E dá-lhe discurso para a torcida. Muitos garantem que vão trabalhar pela Saúde, Educação e Segurança Pública, atribuições do Executivo, subdividido em municipal, estadual e federal.


Parlamentar deve questionar, reivindicar e fiscalizar o Executivo, mas não é sua atribuição disponibilizar mais médicos, pagar melhor os professores ou colocar mais policiais nas ruas. Se promete isso em campanha, está enganando o eleitor.


A reflexão negativa sobre a realidade, feita até aqui, não significa que é impossível avançar e melhorar o quadro político. Há candidatos ficha limpa, com significativos trabalhos prestados à sociedade, então é preciso encontrá-los e apoiá-los, votar neles, pois esta é uma das mais eficazes saídas da crise.


A sociedade precisa permanecer vigilante e não acreditar em almoço de graça ou buscar um(a) salvador(a) da pátria. É preciso acreditar e lutar por ações sustentáveis, que não tapem um buraco abrindo outro. É muito importante aprofundar esta reflexão durante a campanha eleitoral que está iniciando.

Publicado em 25/9/20.


Últimas Notícias

Assassinato que matou professora e seu filho, no Bairro Bom Fim, choca a comunidade.

Professora Rosa Jardim, 67, e seu filho Leonardo, 28, foram mortos em casa, em Guaíba, na madrugada desta segunda, 5.

Região de Guaíba se mantém em bandeira laranja no mapa de distanciamento controlado do RS.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados