Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Sábado, 22 de fevereiro de 2020

07/02/2020 - 16h12min

Editorial

Transporte Coletivo

Compartilhar no Facebook

O sistema de transporte público urbano de passageiros em Guaíba foi regularizado, pela primeira vez na história do Município, no ano de 2015, introduzindo veículos zero km com acessibilidade. Mas nem tudo ocorreu como era esperado, por conta do desequilíbrio financeiro do sistema. A situação se agrava a cada ano com a inclusão dos serviços por aplicativos e clandestinos.

A empresa Expresso Assur, que venceu o processo licitatório e detém a concessão do serviço, tem argumentado que o número elevado de isenções, somado ao transporte irregular, sem a devida fiscalização da Prefeitura, e os aplicativos estão dificultando a atividade regular. Alternativas para manter o serviço têm sido testadas, como a suspensão do transbordo e a mudança da frota, utilizando veículos menores e mais antigos, conforme matéria que a Gazeta Centro-Sul traz nesta edição.

A crise econômica do País aumentou o desemprego, o que também contribui para o desequilíbrio do setor, que, atualmente, apresenta uma realidade bem diferente daquela que foi projetada em 2014, quando aconteceu o processo licitatório.

O transporte público coletivo no Brasil enfrenta grandes dificuldades, intensificadas com o surgimento dos aplicativos. A solução, segundo especialistas do setor, passa necessariamente pelo subsídio governamental, conforme acontece em países desenvolvidos.

Enquanto soluções definitivas não são praticadas, seguem as medidas paliativas, e quem sofre as consequências negativas são os passageiros que pagam tarifa.

A Gazeta Centro-Sul segue acompanhando os desdobramentos desta importante questão para a sociedade.

Publicado em 08/2/20.


Últimas Notícias

Obras de revitalização da Praia da Alegria, em Guaíba, deverão iniciar em março. Ver matéria nesta edição da Gazeta Centro-Sul.

Abacaxi derruba diretor municipal em Guaíba. Confira na Coluna impressa de Leandro André.

Guaíba. Motorista de aplicativo, Rafael da Silva, 31, desapareceu no dia 6. Seu carro foi encontrado queimado sábado, 8, no Mathias.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados