Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Terça-feira, 17 de setembro de 2019

12/09/2019 - 10h27min

Editorial

A Pátria

Compartilhar no Facebook

Neste sábado, 7 de setembro, comemora-se a Independência do Brasil; um momento especial para os brasileiros refletirem sobre a situação atual do País.

Quando se fala em País, entenda-se o conjunto de pessoas que habitam o território. Portanto, a reflexão sobre a Nação, na verdade, é sobre a sociedade.

É comum a confusão feita por muitos entre pátria e governo. Queixas saem facilmente contra a corrupção, contra os desmandos, contra a falta de respeito à legislação e ao povo. No entanto, na maior parte deste descontentamento, não é feita uma avaliação da sociedade em geral sobre o sistema de escolha de quem representa o povo, a Nação. Na democracia, a população está representada no poder. Os gestores públicos não caem do céu, não vêm de outros continentes ou de outros planetas, eles são escolhidos pelo povo do seu país. Entender isso é o primeiro passo para promover mudanças a fim de melhorar a qualidade de vida da coletividade.

O Brasil vive um momento de conflitos, com posicionamentos políticos distintos, de grande intolerância. Esse quadro prejudica sobremaneira o necessário processo de politização, que coloca a Pátria acima dos interesses menores, quase sempre eleitoreiros.

Os graves problemas que se originam na desigualdade social, na péssima distribuição de renda e na corrupção, não serão solucionados com discursos passionais ou por algum herói nacional. As soluções de problemas culturais passam por longos processos de politização, começando pela valorização da Nação.

A corrupção ainda é muito forte, a distribuição de renda é abismal, a violência é assustadora, a Educação é capenga, os direitos humanos são relativos, o atendimento à Saúde Pública é caótico, a miséria é gigantesca e a cultura dominante ainda é a do jeitinho.

Diante de um quadro constrangedor do ponto de vista do desenvolvimento humano, em meio às comemorações da Semana da Pátria, cabe avaliar estes 197 anos de Independência do Brasil, sem máscaras, buscando encontrar caminhos que possam guiar o povo a uma Nação melhor, mais justa e, consequentemente, mais desenvolvida. Isso é patriotismo.

Publicado em 07/9/2019.


Últimas Notícias

Ex-secretário de Saúde de Guaíba, Itamar Costa, faz desabafo. Confira na versão impressa da Gazeta de sábado, 14.

Nesta quinta-feira, 12, iniciam as atividades culturais dos festejos farroupilhas no Parque Coelhão em Guaíba.

A Câmara Municipal de Guaíba realizou sessão solene na noite de quarta-feira, 11, para homenagear a Imprensa local.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2019 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados