Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Terça-feira, 07 de julho de 2020

23/08/2019 - 15h38min

Editorial

Igualdade de Oportunidades

Compartilhar no Facebook

Em 2017, foi sancionada a Lei 13.585, que institui a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla de 21 a 28 de agosto. O objetivo é debater e esclarecer as condições dos deficientes, bem como contribuir para eliminar o preconceito e promover a inclusão social.

Especialistas ressaltam que a pessoa com deficiência tem limitação física ou mental que pode afetar aspectos comportamentais, que lhe dão um perfil peculiar; no entanto, ela sente, pensa e é capaz de criar, o que lhe assegura direitos.

O preconceito e a rejeição, que se manifestam de diversas maneiras, agravam sobremaneira o problema. A rejeição muitas vezes está entre as pessoas próximas do deficiente, começando pela dificuldade em aceitar a realidade. Isso é perda de tempo.

Crianças especiais que recebem incentivo e carinho em suas famílias e na escola tendem a se desenvolver melhor, com atitudes positivas nos processos de aprendizagem.

A missionária e pedagoga Ana Luiza Lopes Sinieghi esclarece que, quando se fala em inclusão escolar, não se trata de reunir os diferentes proporcionando um ensino igual para todos, o que leva a uma tentativa de normatização, mas significa proporcionar a todos os alunos o aprendizado de conviver com a diversidade. A educação inclusiva requer ações que permeiam personalização do ensino, revisão de práticas escolares excludentes e compromisso no atendimento e tratamento da pessoa com deficiência intelectual.

É imprescindível envolver os pais, educadores e especialistas no processo de integração escolar e social, tendo em vista que essa integração é uma ponte que leva ao bem-estar físico, emocional e educacional da criança.

A inclusão da pessoa com qualquer deficiência passa pela garantia do seu direito à igualdade de oportunidades sociais e educacionais.

A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla é importante para promover o debate, que é o caminho para a implementação de ações práticas permanentes de inclusão, a fim de assegurar qualidade de vida e respeito.

Publicado em 24/8/2019.


Últimas Notícias

Na noite desta terça, 7, foi confirmada a nona morte por Covid-19 de moradores de Guaíba.

Dezenas de trabalhadores de fora do Estado vão atuar na parada geral da CMPC.

Leia nesta edição: projeto vai instalar internet na casa de 2 mil estudantes em Guaíba.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados