Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Domingo, 31 de maio de 2020

13/09/2019 - 15h18min

Daniel Andriotti

Compartilhar no Facebook

enviar email

A xucreza do verbo

Oigatchê, oigalê, tchê. Xô mico. Não ‘me’ seja vil, sarapantado nem estropiado!!! Chega de trocar orelha e bancar o ‘aspa torta’ embuçalado. Aperta a cincha e, no meio da polvadeira, corre as varas da porteira, dê-lhe mate a noite inteira, no compasso da vaneira... Não tem mais taura jururu por causa de bobajada. É soflagrante dos macanudo buenacho colocar o pé no estribo do bagualismo. Hora da lábia caborteira, do surungo, de soltar o cabresto, de ir à la cria, dos qüera sair do bolicho à meia guampa, floreado quase borracho, aos ‘tranco’, depois de uma água benta buenacha, cuidando para não cair n’alguma arapuca antes que ‘os caudilho apareça’. Porque desta feita, o cagaço é de respeito e o pito é certo num chasque chambão. Talvez até uma sova ou uma sumanta de tirante. De vereda, não mais que num upa, é hora de reculutar os cupincha, os cutuba e os vivente para a charla, o chasque, o entrevero e, mesmo que seja um maturrango, montar num cuiudo, ruano ou lobuno e aboletar-se no arranchamento. Tudo isso antes que a côsa enverede prum bochincho e a erva fique lavada. Não tem pilcha ou chiripá? Vai de fatiota... O que importa é ganhar essa penca, de luz...

Se você não entendeu nada do que está escrito acima, melhor não se ‘meter de pato a ganso’ num dos 497 acampamentos crioulos espalhados pelo Rio Grande durante essa semana. Seu lugar é além do Mampituba. De Torres para cima – e até o Oiapoque – estará perdoado.

Se entendeu só a metade ou ‘alguma coisita’, muito vagamente... você é um ‘ser de apartamento’, praticamente um urbanoide do tipo “Nutella”. Talvez mal saiba diferenciar um cavalo de uma ovelha. Toma chimarrão (nega-se a dizer mate amargo) numa cuia de porcelana, veste bombacha ‘skinny’, alpargata com rendinha, camiseta justa escrito “eu sou do sul”... melhor não ir. Poderá correr algum risco num acampamento farrapo...

É evidente que para escrever aquilo tudo lá em cima tive que recorrer ao ‘amadrinhamento’ de um Dicionário Gaudério, também conhecido como ‘amansa o burro do pampa’. Talvez somente Bento Gonçalves, Gomes Jardim ou Onofre Pires traduziriam o que escrevi ao pé da letra. Mas se você entendeu claramente e dominou ‘de cabo a rabo’ todas aquelas mal traçadas linhas do primeiro parágrafo, você está buenacho para abrir a cancha deste campo de lei que é a Semana Farroupilha...

O Inter que perdeu para o Athlético do Paraná, foi o mesmo Inter acuado que tomou 2 do Flamengo no Maracanã e que não conseguiu reverter o resultado em Porto Alegre. A diferença é que quarta passada, só não levou mais porque o adversário é tão limitado quanto. Tivesse o Furacão um tiquinho a mais de qualidade e o colorado covarde teria levado uma ‘sova’ que nem adiantaria mais disputar o jogo da volta.

Atenção amigos colorados anti-cornetas que vivem numa bolha: é claro que como torcedor quero muito ganhar mais uma Copa do Brasil, apesar de todas as desqualificações do grupo, do time e do treinador, todos garantidos por uma direção omissa. Algum leitor vai me dizer: “ah, mas o Inter que ganhou em 92 tinha Célio Lino, Daniel Franco, Élson, Maurício, Nando... todos bem meia boca”. É verdade. Assim como o Inter Campeão do Mundo contra o Barcelona tinha Edinho, Fabiano Eller, Rubens Cardoso e o ‘mito’ Adriano Gabiru. Hoje temos Moledo, Lindoso, Nico López, Patrick e se precisar ‘olhar’ para o banco temos Parede, Rithielly, Trellez... todos de uma mesma linhagem de mediocridade que pensamos ser solução.

Qualquer um que ganhe, perderá o futebol. Que ganhe o Inter, então.

Daniel Andriotti

[email protected]

Publicado em 14/9/2019.

Últimas Notícias

Navio bate em pilar da Ponte do Guaíba. Içamentos estão suspensos, mas tráfego de veículos continua.

Unidades do Super Paulinho, interditadas na quarta, 20, pela Vigilância em Saúde, foram liberadas neste sábado, 23.

Registrada a primeira morte por Covid-19 de um morador de Guaíba na noite desta quinta-feira, 14.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados