Gazeta Centro-Sul

Contato: (51) 3055.1764 e (51) 3055.1321  |  Redes Sociais:

Sábado, 22 de fevereiro de 2020

11/02/2020 - 11h11min

Comportamento

Compartilhar no Facebook

enviar email

Polícia Comportamental

Muita gente que conheço desistiu das redes sociais, e os motivos citados apresentaram duas palavras-chaves: intolerância e agressividade. Porque o pessoal da “polícia comportamental” deixou a vida real de lado e montou campana na internet para saber detalhes da vida alheia e metralhar com ofensas aqueles que desagradam, não apenas pelas opiniões contrárias, mas pela audácia de terem personalidade. E o bullying corre solto.

Verdade seja dita, há muitas opiniões e situações que até podem nos parecer esdrúxulas, sobre temas diversos, contudo ninguém tem o direito de calar outras vozes para impor a própria visão de mundo, como se dono da verdade fosse. E como há mentiras e agressividade no que declaram!


Nos últimos dias, as atrizes Regina Duarte e Cléo Pires me chamaram especial atenção. Ambas pela perseguição que estão sofrendo nas redes sociais. Regina, por ter sido convidada pelo Presidente Bolsonaro para assumir a Secretaria da Cultura. Cléo, por ter engordado e afirmado que sofria para ter uma aparência que não conseguia manter. Inacreditáveis, as razões expostas.

No ataque a Regina Duarte, liderando o “front ideológico”, o ator José de Abreu trocou os pés pelas mãos, fez declarações que ofenderam as mulheres em geral. Como se estivesse sofrendo de uma espécie de “alzheimer matemático”, bradou ao mundo virtual que o atual governo, eleito com mais de 57 milhões de votos, não é legítimo. Ameaçou a atriz, feito comandante de uma “gestapo tupiniquim”, em cujas escassas fileiras se colocou a filósofa Márcia Tiburi, acredite quem quiser.

E a bela Cléo Pires, filha de Fábio Júnior e Glória Pires, enfrentou momentos de extrema dificuldade emocional, caiu em depressão, causada por gente que, sejamos francos, daria tudo para estar no seu lugar. O motivo dos ataques foi, e ainda é, a desaprovação em relação ao aumento de peso da atriz. E o “fogo amigo” feriu seu coração com uma agressividade desmedida. Pasmem todos.

Conheço gente que desistiu das redes sociais pela intolerância e agressividade do pessoal que integra a “polícia comportamental” e vive de campana na internet para agredir quem tem a audácia de ter personalidade. E o bullying corre solto.

Cristina André

[email protected]

Publicado em 08/2/20.

Últimas Notícias

Obras de revitalização da Praia da Alegria, em Guaíba, deverão iniciar em março. Ver matéria nesta edição da Gazeta Centro-Sul.

Abacaxi derruba diretor municipal em Guaíba. Confira na Coluna impressa de Leandro André.

Guaíba. Motorista de aplicativo, Rafael da Silva, 31, desapareceu no dia 6. Seu carro foi encontrado queimado sábado, 8, no Mathias.

Publicidade

Institucional | Links | Assine | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2020 Gazeta Centro-Sul - Todos os direitos reservados